Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Com chances reais de vitórias em três cidades na Grande Ilha, Josimar ainda procura um caminho em São Luís

22 de julho de 2020 : 15:36

Josimar de Maranhãozinho (PL), é um dos políticos mais arrojados e com maior robustez no cenário político maranhense. O próprio fala a todos que tem 50 pré-candidatos a prefeito em todo o estado e mais de metade estão com boas chances de vitórias. Exemplo disto está na Grande Ilha, o deputado federal tem pré-candidaturas fortes em São José de Ribamar com Julinho; Paço do Lumiar com Fred Campos e Raposa com Eudes Barros. Mas é exatamente em São Luís, onde ele lançou a esposa, Detinha, que ele possui o maior desafio, pois é a única que está ocupando as últimas posições em pesquisas durante a pré-campanha.

Ainda que tenha a soberba de achar que pode eleger quem quiser, Josimar de Maranhãozinho sabe que em São Luís o cenário é mais complicado e ele corre sério risco de expor a sua imagem negativamente, afinal um vexame de Detinha, seria manchar sua imagem para a corrida eleitoral de 2022, quando ele deseja disputar um cargo majoritário.

Os aliados de Josimar de Maranhãozinho confiam na estrutura que o deputado pode oferecer, afinal ele detém o comando de três partidos – PL, Avante e Patriota – fundo eleitoral não faltará e dinheiro próprio do parlamentar também não. No entanto, como dito anteriormente, para vencer em São Luís não basta chegar com um caminhão de dinheiro.

É por isso, que Josimar de Maranhãozinho já trabalha um plano B e até mesmo C. Detinha ainda que venha fazendo um grande trabalho de marketing e exposição, ela não empolga e ainda demonstra muitas fragilidades em entrevistas durante a pré-campanha.

Apesar de ser a única mulher da pré-campanha em São Luís, argumento utilizado inclusive para amenizar a atual posição nas pesquisas eleitorais, uma vez que seus aliados afirmam que ela é vítima de uma sociedade machista, a deputada estadual precisará de muito mais que isso para ter o que falar em uma possível propaganda na rádio e televisão, assim como nos debates.

Sabedor das limitações que a sua pré-candidata possui, Josimar de Maranhãozinho joga com o cenário político. Mantém diálogos com Eduardo Braide (Podemos), abre conversas com Adriano Sarney (PV) e não esconde que pode conversar com qualquer um, dentre eles Wellington do Curso (PSDB), Duarte Júnior (Republicanos), Madeira (SDD) etc.

Josimar tem um objetivo claro e quer se posicionar projetando 2022, e para isso, possui opções, as únicas que não encaixam são aqueles nomes que estão próximos a Weverton Rocha (PDT), natural adversário de Maranhãozinho.

Toda essa situação forma um enorme quebra-cabeça ainda desmontado para Josimar que procura um rumo para São Luís, que obviamente ele sabe que não é nenhuma Maranhãozinho, Centro do Guilherme ou até mesmo Zé Doca.

E ele sabe que não adianta vencer em 50 cidades e ser humilhado na capital…

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>