Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

“Não ouviu nenhum professor e ainda descumpre a lei”, diz Wellington do Curso sobre Projeto de Lei de Flávio Dino

6 de fevereiro de 2020 : 15:31

Na manhã desta quarta-feira (05), o deputado estadual Wellington do Curso se pronunciou na Assembleia Legislativa a fim de rejeitar um requerimento do líder do Governo no Parlamento, que tenta antecipar a votação de Projeto de Lei que nega reajuste dos professores no Maranhão. O Projeto de Lei, que é de Flávio Dino, chegou na ultima segunda-feira (03) à Casa Legislativa, mas o governador quer urgência em aprovar algo que fere os direitos dos professores.

Entre as ilegalidades identificadas no Projeto de Flávio Dino, há o descumprimento do artigo 32 do Estatuto do Magistério, que impede que haja diferenciação ao se conceder reajuste salarial.

“Com esse requerimento, o que o Governo faz é brincar com os professores. Estão querendo aprovar o projeto de qualquer jeito, pouco se importando se os professores concordam ou não. Não ouviu nenhum professor e ainda descumpre a lei. O Estatuto do Magistério é claro: o reajuste deve ser único e integral, mas Flávio Dino, na ânsia de enganar as pessoas manda pra essa Casa um Projeto sujo que desrespeita a categoria”, disse Wellington.

O requerimento foi aceito e o Projeto que nega o reajuste único e integral seria votado já hoje, mas o deputado César Pires pediu vista e a votação foi adiada para amanhã. Atualmente, Flávio Dino conta com o apoio de 39 deputados. Assim, embora o deputado Wellington insista em defender os professores, a vontade do governador acaba sendo efetivada.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>