Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Caso de coronavírus registrado em São Luís não tem relação com doença que já matou centenas na China

5 de fevereiro de 2020 : 15:35

De forma equivocada está sendo espalhado em São Luís, que uma criança internada no mês de dezembro (2019), seria portadora do vírus coronavírus. O prontuário divulgado de fato traz a informação, porém o vírus identificado trata-se do do tipo: Beta coronavírus OC43.

Essa é uma versão que há muito já é conhecida e não é tão grave quanto os:

  • SARS-CoV (causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave ou SARS). Gripe aviária.
  • MERS-CoV (causador da Síndrome Respiratória do Oriente Médio ou MERS). Gripe suína.
  • nCoV-2019: novo tipo de vírus do agente coronavírus, chamado de novo coronavírus, que surgiu na China em 31 de dezembro de 2019.

A informação divulgada de forma equivocada só traz pânico e prejuízo na condução da atuação dos profissionais de saúde, principalmente do hospital particular citado, uma vez que muitos questionamentos vão ser feitos, desviando a atenção e atuação de casos de fato mais graves.

Vale ressaltar que o caso citado ocorreu antes mesmo do primeiro caso registrado na China no dia 31 de dezembro de 2019.

E pelo que se sabe a criança não teve contato com ninguém que veio da China. Vale lembrar que no Brasil não existem casos confirmados do novo coronavírus.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>