Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Zé Reinaldo é o único candidato ao Senado do grupo Flávio Dino já consolidado, segundo pesquisas

20 de junho de 2017 : 17:03

Desde o inicio do ano, pelo menos cinco institutos – Conceito, Econométrica, Escutec, Exata e Perfil – vem fazendo monitoramento dos cenários eleitorais para a disputa do próximo ano, tanto para governador e para senador. E o que vem chamando atenção na disputa pelo Senado Federal é que o deputado federal Zé Reinaldo Tavares (PSB), já é um nome do grupo Flávio Dino consolidado na disputa.

Todas as pesquisas sem exceção apontam que Zé Reinaldo aparece com um percentual bem superior a Weverton Rocha (PDT) e Waldir Maranhão (PP), seus potenciais adversários internamente no grupo do Flávio Dino.

Em novas rodadas de pesquisas realizadas nos últimos dias pela Escutec e Conceito, o nome de Zé Reinaldo apareceu mais uma vez bem classificado e em primeiro lugar dentre aqueles que aparecem como opção de candidatos do Palácio dos Leões.

Com os números já é possível classificar Zé Reinaldo como já consolidado na disputa, ou seja, crescem as chances do ex-governador garantir a indicação do Palácio dos Leões para entrar na disputa.

Zé Reinaldo vem sendo apontado como o mais bem posicionado no segundo voto da maior parte do eleitores maranhenses, sendo uma espécie de América/RJ, como o próprio já disse que aceita ser classificado, não precisa ser o preferido do povo maranhense, mas quer um espaço garantido na lembrança, assim como o clube para os cariocas, o que já seria suficiente para sua eleição.

Vale lembrar que em 2018, o eleitor maranhense vai votar duas vezes para o cargo de senador. Com um desempenho tão bom, talvez tenha sido explicado o fim do estrecimento entre Roseana Sarney e Tavares, o que resultou em um encontro casual no restaurante Cabana do Sol em São Luís.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>