Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Roberto Rocha diz que governo Flávio Dino “agiu de forma irresponsável e criminosa” ao anunciar que praias estavam limpas

3 de dezembro de 2016 : 11:02

screenshot_20161203-102515O senador Roberto Rocha (PSB), fez uma dura crítica nas primeiras horas deste sábado (3), ao governo Flávio Dino (PCdoB), que recentemente divulgou a informação que todas as praias que compreendiam o trecho Ponta D´areia – Araçagy estavam próprias para o banho. De acordo com o socialista, o governo do Maranhão agiu de “forma irresponsável e criminosa” ao anunciar que a população poderia levar seus filhos e netos para as praias porque estavam limpas.

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recusos Naturais (Sema) foi a responsável por divulgar no dia 8 de outubro, um relatório de balneabilidade atestando que 100% das praias da de São Luís estavam em condições adequadas para o banho. Segundo o órgão, a conquista se dava pela recente inauguração da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) do Vinhais, que é responsável por tratar 40% do esgoto na ilha.

O tal laudo apresentado pela SEMA foi muito comemorado na época pelos comunistas. Estranhamente ele foi apresentado logo após a definição da participação de Eduardo Braide (PMN), na disputa do segundo turno pela Prefeitura de São Luís. É bem provável que a informação foi lançada para contrapor com o estado de balneabilidade das praias na época que o deputado estadual era presidente da CAEMA, entre 2005 e 2006.

screenshot_20161203-095255

Roberto Rocha ainda explicou que a tal balneabilidade se deve ao fato das faltas de chuvas que não acarretaram a leva de lixo para as praias, dando uma falsa sensação de limpeza no mar por ausência de dejetos na areia.

O senador cobrou que o governo do Maranhão deve limpar os rios para garantir as praias 100% próprias para banho da população e turistas.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>