Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Petista Yglésio Moyses reitera apoio a candidatura de Edivaldo Holanda Júnior

12 de outubro de 2016 : 13:15

whatsapp-image-2016-10-08-at-14-02-39O ex-diretor do Socorrão I, Yglésio Moyses (PT), voltou a declarar que vai votar em Edivaldo Holanda Júnior (PDT) no próximo dia 30 de outubro. O petista demonstra que qualquer tensionamento existente com o prefeito foi superado, tanto que durante o encontro com o pedetista foi dito e depois publicado na rede social Facebook que: “Quatro anos depois, seguimos juntos em mais essa batalha, porque há pedras no caminho, mas há boa fé no caminhar. Pelo bem de São Luís! É 12 neles!”

Yglésio Moyses foi um dos candidatos a deputado estadual mais bem votados dentro de São Luís e terminou com mais de 10 mil votos somente na capital maranhense. Hoje é o primeiro suplente do PT e com forte penetração no segmento da saúde.

O médico ficou conhecido por fazer uma administração arrojada no Hospital Municipal Djalma Marques, o que arrancou elogios da sociedade, mas enfrentou duras críticas da classe política, principalmente do principal opositor, Fábio Câmara (PMDB). Na época, Yglésio chegou a ser cotado para assumir a Secretaria de Saúde, porém não resistiu as pressões políticas impostas por adversários e aliados de Edivaldo, acabando sendo exonerado no mês de agosto, após oito meses de avanços e turbulências.

Apesar da exoneração, Yglésio manteve uma boa relação com Márcio Jerry (PCdoB) e demais membros da estrutura comunista, assim como secretários da administração municipal, principalmente Rodrigo Marques, que deixou a Segov em novembro de 2014.

Yglésio deixa claro que as arestas foram aparadas e que política não se faz mágoa, mas se somente se, olhando para frente…

Um comentário em “Petista Yglésio Moyses reitera apoio a candidatura de Edivaldo Holanda Júnior”

  1. maria

    5 anos atrás  

    Apoio de petista na atual situação política do país, aliás, durante a campanha desse ano não vi o atual prefeito associando sua imagem ao PT nacional como fez outrora, por que será? ele poderia chamar o LULA e a Dilma para o palanque agora no 2º turno.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>