Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Anibal Lins debate transporte público com moradores do Maracanã

29 de julho de 2016 : 08:41
Anibal Maracanã4Em encontro com moradores do Bairro Maracanã, zona rural de São Luís, realizado na noite dessa quarta-feira (27), o sindicalista Anibal Lins, que é pré-candidato a vereador, criticou o modelo de transporte público da capital maranhense. Segundo ele, o sistema atende melhor a região central, enquanto bairros distantes do Centro sofrem com a péssima qualidade, poucos ônibus e a demora constante para o deslocamento diário.
A dona de casa Nair Fonseca, moradora do Maracanã há quase quarenta anos, afirma que a comunidade parece cada vez mais abandonada pelo poder público. Além da falta de abrigos nas paradas – uma reclamação de todos os presentes na reunião – ela relata que os ônibus são antigos, só trafegam de hora em hora e que em alguns dias a espera se transforma em tortura. “Se um ônibus quebra no caminho essa espera é ainda maior”, disse.
Dentre os avanços defendidos pelo pré-candidato para o setor está a ampliação e melhor distribuição da frota, buscando garantir atendimento satisfatório aos usuários. “Acredito que a Prefeitura pode utilizar o novo modelo, com base na licitação das empresas, para também garantir a participação popular no processo de melhoria do setor. O usuário precisa participar ativamente desse novo momento e cobrar um transporte público eficiente e de qualidade”, defendeu.
Lins também disse que a mobilidade urbana será um tema constante de sua luta pela melhoria da qualidade de vida da população da Grande Ilha. “O trânsito da capital precisa de planejamento. É preciso pensar nas passarelas nas áreas de escolas, faculdades, hospitais e shoppings, que são áreas de grande circulação de pessoas. Essa medida garante segurança aos pedestres, elimina semáforos, faz o trânsito fluir e contribui para que as pessoas cheguem mais rápido aos seus destinos”, garantiu.
Transporte intermunicipal – Anibal Lins defendeu, ainda, o aperfeiçoamento do sistema de transporte pautado no esforço contínuo entre os prefeitos dos municípios da Grande Ilha. “No quesito transporte público é preciso uma ação conjunta para implantar um modelo integrado entre os municípios para garantir economia e, acima de tudo, dignidade aos milhares de trabalhadores que diariamente se deslocam na busca do sustento de suas famílias”, pontuou.
Outros problemas – Durante o encontro com os moradores, Anibal Lins também ouviu reclamações sobre a falta de água encanada na região. Segundo relatos dos moradores, os vizinhos que têm poço ajudam aqueles que não têm. Para completar a precariedade do saneamento, não há rede de esgoto e nem calçamento nas ruas. Moradores alegaram que são eles próprios fazem os reparos nas ruas do bairro.
Em mais uma oportunidade, Anibal Lins ouviu reclamações da falta de segurança, baixa assistência da rede de saúde e de educação. Sobre esses problemas dona Nair informou que os doentes precisam se deslocar grandes distâncias até um hospital. Ela também criticou o descaso com a educação. “Só temos uma escola municipal, que está quase sempre de greve. Os alunos do ensino médio precisam sair do bairro porque aqui só tem o fundamental”.
Os moradores ainda reclamaram da falta de espaço públicos para o lazer e a prática esportiva. De acordo com os depoimentos esses espaços contribuiriam para ocupar os jovens e diminuir a violência crescente na região.
Até o dia 31 de julho Lins deve cumprir uma extensa agenda e completar pelo menos 40 comunidades visitadas. No total, os encontros terão reunido mais de 500 pessoas que desejam mais qualidade na prestação dos serviços públicos.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>