Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Washington já tem o número minimo de apoiadores na Assembleia para ser indicado ao TCE

15 de novembro de 2013 : 11:31
A Assembleia Legislativa já prepara a eleição para a vaga de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) aberta com a aposentadoria do conselheiro Yedo Lobão. O presidente da Assembleia, Arnaldo Melo (PMDB) baixou a resolução com o edital para a inscrição ontem. A convocação foi publicada no Diário Oficial do dia. Ao longo do dia de ontem, também foram coletadas as assinaturas para que o vice-governador Washington Oliveira (PT) fosse o indicado para a vaga e de acordo com o que foi apurado ele já tinha o número necessário para ser indicado.
Washington já contava com 14 assinaturas de apoio, até a tarde de quinta-feira (14). A previsão é que ele fique com no mínimo 19. Pelas regras, quem quiser se candidatar, precisa ter sua candidatura avalizada por 14 deputados estaduais e como só temos 42 parlamentares, no máximo só poderá ter três candidaturas, pois cada deputado só pode avalizar uma única candidatura. Caso sejam confirmados os apoios a Washington, vão sobrar apenas 23 deputados, sendo que, com exceção da oposição, todos os demais devem acabar indicando de fato o vice-governador.
Rogério Cafeteira (PSC), César Pires (DEM) e Max Barros (PMDB), também já demonstraram interesse em disputar a vaga. Mas cada vez mais parece que Washington deverá mesmo ser o ungido. Os três pouco comentam sobre o assunto agora.
O presidente foi pressionado por alguns deputados que exigiam o início do processo eleitoral, já que estava sendo esperado o fim do Processo de Eleição Direta do PT (PED). Arnaldo disse que o adiamento foi combinado entre os deputados. Ele afirmou que já está providenciando a eleição. “Eu estou mandando publicar a resolução que regulamenta a eleição. A partir da próxima semana todo mundo pode se inscrever. Hoje [ontem] baixo o edital regulamentando. A partir do edital, cada candidato pode se inscrever”, afirmou.
Na próxima semana será encerrado o período para inscrições e só após o final das candidaturas, será baixada a resolução que indicará a data da eleição. Arnaldo conversou com o vice-governador Washington Oliveira (PT), que é o mais cotado para a vaga. Segundo o presidente, o petista reafirmou o que tinha dito à imprensa: que iria seguir as orientações da direção nacional do PT. “Washington disse que iria conversar com seus aliados políticos, seus companheiros de partido sobre a indicação. Mas nós baixaremos a resolução. Aí caberá a ele decidir se quer a vaga e viabilizar a candidatura entre os deputados”, declarou.
O edital foi publicado já no Diário oficial da Assembleia Legislativa de ontem. O prazo previsto no edital para inscrição é de ontem até aproxima terça-feira (19). A convocação da Sessão Pública Extraordinária da Assembleia Legislativa se dará no prazo de até 48 horas após a arguição pública dos candidatos inscritos, para o fim especial de que seja promovida a escolha dentre os candidatos considerados aptos.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>