Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Vereador acusa estudante negro da UFMA de ser “membro de facção criminosa”

7 de agosto de 2013 : 15:35

Manifestantes e os vereadores de São Luís não conseguiram manter o dialogo aberto, durante a sessão especial que ocorreu na manhã desta quarta-feira na Câmara Municipal. Para piorar a situação, o vereador Sérgio Frota (PSDB) em seu discurso acusou um dos manifestantes de ser membro de “uma facção criminosa”, o que acabou gerando revolta.

As palavras do tucano foram ditas durante um direito de resposta que ele tinha sido solicitado, após ter sua empresa, a HCG informática, ter sido acusada de ter o privilégio de prestar serviços de forma exclusiva para prefeitura de São Luís e ainda receber R$4 milhões por ano. Sérgio disse que chamou o jovem negro de ser suspeito de “membro de facção criminosa”, pois este o teria lhe chamado de “vereador palhaço”.

Sérgio Frota atrás do estudante Reginaldo Rocha, acusado
pelo vereador de ser “membro de uma facção criminosa”

“Não tenho medo de processo nenhum, ele veio me chamar de vereador palhaço e eu disse que ele poderia ser membro de uma facção criminosa, mas eu nem olhei a cor dele”, declarou Sérgio Frota.

Reginaldo Rocha, estudante de Geografia da UFMA e membro do movimento Quilombo Urbano, disse que estava revoltado e vai processar o parlamentar. “Eu não disse nada a ele, simplesmente falei que assim como tem pessoas formadas, empregadas, tinham também desempregados na plenária e eu sou um desempregado, foi isso e ele cometeu um ato de racismo”, argumentou.

Antônio Rafael Silva, advogado dos manifestantes, disse que tomará as decisões cabíveis, porém adiantou que Sérgio Frota pode ser processado por crime de racismo, calúnia
e difamação.

6 comentários em “Vereador acusa estudante negro da UFMA de ser “membro de facção criminosa””

  1. Anonymous

    8 anos atrás  

    Se o estudante fosse branco, essa informação constaria no titulo da sua postagem??

    O falso moralismo brasileiro.. tão piegas.

  2. 8 anos atrás  

    um anônimo falar de falso moralismo…

    Mas se fosse um índio, um mameluco, um estrangeiro, um paulista ou carioca, faria alguma diferença?

    Mas essa falta de vergonha parlamentar só vem respaldar a máxima que diz: “Todo povo tem o governo que merece”. Infelizmente o “sistema representativo político” no Brasil não representa tão bem o povo que governa.

  3. Anonymous

    8 anos atrás  

    O deputado Sergio Frota já está acostumado com a pratica de desrespeito pois ele já foi processado anteriormente por calunia e difamação por picuinhas no futebol!

    Vejam no link abaixo: http://www.blogdodecio.com.br/tag/sergio-frota/

    Alice Anchieta Furbino.

  4. Augusto Lopes

    8 anos atrás  

    Onde está o racismo em afirmar que alguém faz parte de organização criminosa?Poderia ser um branco e não teria tido essa importância que essa notinha quer dar!Se há um crime aí é de calúnia e difamação e não de racismo,essa vitimização do negro brasileiro é irritante e patética !

  5. 8 anos atrás  

    Onde está o racismo em afirmar que alguém faz parte de organização criminosa?Poderia ser um branco e não teria tido essa importância que essa notinha quer dar!Se há um crime aí é de calúnia e difamação e não de racismo,essa vitimização do negro brasileiro é irritante e patética !

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>