Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Torcedor afirma que Yglesio não é coveiro, mas está enterrando o Moto; deputado lamenta eliminação e repudia violência

10 de novembro de 2022 : 09:23

A noite de quarta-feira, 9 de novembro, pode ser esquecida pela torcida motense. O clube rubro-negro perdeu em pleno Castelão por 2 a 1 para o Tuntum e ficou fora da final da Copa FMF, que garante a participação na Copa do Brasil ou Série D de 2023. O resultado despertou a fúria dos torcedores que dispararam críticas contra o presidente Yglesio, que deixou o estádio visivelmente abatido, mas repudiando os atos de violência.

Nas redes sociais, vários foram os torcedores que fizeram críticas ao presidente do Moto Club, dentre eles Lucas Silva que afirmou: “Yglesio não é coveiro, mas enterrou o Moto Club”.

E várias foram as outras reclamações em relação ao atual comando do Papão do Norte, afinal o clube participou das últimas cinco edições da Série D entre 2018 e 2022, assim como esteve na Série C em 2017 e na série D novamente entre 2015 e 2016, portanto será a primeira vez em nove anos que o Moto ficará literalmente sem divisão.

Sobraram críticas até para a postura de Yglesio em relação a defesa do presidente Bolsonaro, alguns torcedores chegaram a debochar.

O ano foi terrível para o Moto Club, eliminado na pré-Copa do Nordeste, fora das finais do Campeonato Maranhense, eliminado na segunda fase da Copa do Brasil e na Série D caiu para o América de Natal na 3ª fase, todos esses resultados negativos culminaram com um 2023 bem difícil para o rubro-negro maranhense.

A situação só não é pior, pois com apoio da Federação Maranhense de Futebol, o Moto foi incluído na pré-copa do Nordeste, que inicialmente teria a participação do Imperatriz e isso fez com que o Papão tenha pelo menos um jogo a mais em 2023 e uma cota de R$120 mil.

Sendo assim, a diretoria motense terá que repensar todo seu planejamento e fazer de tudo para que o Moto avance na pré-Copa do Nordeste e chegue entre os finalistas no Campeonato Maranhense, caso o contrário o poço de problemas pode ficar ainda mais fundo para o segundo maior time do estado do Maranhão.

Em meio a toda essa situação, Yglesio lamentou a eliminação na COPA FMF, visivelmente abatido anunciou que a comissão técnica não continuará, mas repudiou atos de violência que chegaram a machucar a esposa do vice-presidente do Moto.

Um comentário em “Torcedor afirma que Yglesio não é coveiro, mas está enterrando o Moto; deputado lamenta eliminação e repudia violência”

  1. Nilo

    4 semanas atrás  

    Esse que quer ser Prefeito de São Luís, não sabe administrar um time de futebol vai querer administrar São Luís te manca cara onde ele passa faz estrago o Socorao e outra amostra

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>