Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

R$762 milhões: São Luís é a quarta cidade que mais gasta com Educação no Nordeste

30 de novembro de 2022 : 04:53

São Luís está em quarto lugar entre as cidades que mais gastam com Educação no Nordeste no ano de 2021. A capital maranhense fica atrás das cidades com as maiores populações do Nordeste, as capitais Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Recife (PE). Os dados são do anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil, iniciativa da Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

Na capital cearense Fortaleza (CE), que tem população de 2,7 milhões de habitantes, o gasto com educação em 2021 foi de R$ 1,90 bilhão; em Salvador (BA), com população de 2,9 milhões de habitantes, a despesa foi de R$ 1,38 bilhão; em Recife (PE), com 1,66 milhão de habitantes, o gasto com educação foi de R$ 1,10 bilhão.

São Luís (MA) gastou R$ 762,29 milhões com uma população de mais de R$1 milhão de habitantes.

Teresina (PI), com R$ 583,06 milhões; João Pessoa (PB), com R$ 579,33 milhões; Natal (RN), com R$ 474,74 milhões;Maceió (AL), com R$ 464,26 milhões; Jaboatão dos Guararapes (PE), com gasto de R$ 441,81 milhões em educação; e Petrolina (PE), com despesa de R$ 399,99 milhões em 2021, completam o ranking.

Um comentário em “R$762 milhões: São Luís é a quarta cidade que mais gasta com Educação no Nordeste”

  1. helena

    2 meses atrás  

    Não é curioso o fatode esse valor astronômico não se traduzir em qualidade de ensino? As escolas públicas gastam muitos recursos de firma irresponsável sem contudo devolver a população um ensino de qualidade. Na rede municipal de São Luis, existem excelentes professores com formações até de doutorado, mas o resultado na prática ainda é timido. A prefeitura gasta muuto até com terceirizadas de forma irresponsável sempre bato nessa tecla. Vc visita escolas que vc sequer pode usar o banheiro devido ao mau cheiro e a sujeira no local, mas a prefeitura gasta cerca de 30 milhões anualmente só com a empresa terceirizada de limpeza, segurança, ninguém, má intecionado, terá dificuldades em adentrar a uma escola devido a fragilidade na segurança em escolas que não têm um sistema de alarme, uma câmera de monitoramento, um portão eletrônico. Eu estou me limitando a esses problemas pontuais porque isso gera gasto público sem retorno na qualidade. A educação é algo que custa caro desde a antiguidade, mas com os valores altos da educação pública, esta deveria ser melhor do que a privada qie dar o mínimo e retira o máximo em qualidade. Eu poderia inumerar vários problemas que ocorrem no espaço público, porém não adianta apontar os problemas e as possíveis soluções se o poder público não está nem aí para os pobres que são a clientela das escolas públicas.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>