Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Secretário fala de ações da Sagrima de combate à fome em painel sobre alimentação

14 de outubro de 2022 : 12:35

O secretário de Agricultura e Pecuária do Maranhão (Sagrima), José Antônio Heluy, participou do evento “Semana Mundial da Alimentação: Pacto pela alimentação saudável”, promovido pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), em alusão ao Dia Mundial da Alimentação, comemorado no dia 16 de outubro.

José Antônio Heluy falou sobre as ações desenvolvidas pelo Estado para a redução da fome no Maranhão, quando destacou os projetos “Mais Sementes e Mudas”, “Mais Pescados”, “Mais Produção e Abastecimento” e “Mais Irrigação” da Sagrima, detalhando o escopo de cada iniciativa e sua execução.

A programação, que se estende até domingo, reforça a importância da inclusão de uma alimentação saudável de forma consciente, por meio de debates sobre temas como a relevância da agricultura urbana, de hortas nas escolas, enfrentamento da insegurança alimentar, combate ao desperdício e incentivo à alimentação balanceada na infância.

Ações da Sagrima

Em relação ao projeto “Mais Sementes e Mudas”, o secretário da Sagrima ressaltou que, em meio à pandemia de Covid-19 e com a economia instável, o programa impactou de forma positiva ao fornecer aos agricultores o principal insumo para a produção, que é a semente.

“O programa visa alavancar a agricultura maranhense com a distribuição de sementes nos 217 municípios do Estado, como forma de apoiar os produtores locais com a entrega de sementes selecionadas e com a introdução de novas tecnologias, a fim de garantir a continuidade da produção e aumento da produtividade e da rentabilidade”, frisou José Antônio Heluy.

O “Mais Pescados”, por sua vez, visa a promoção e o aprimoramento das atividades de pesca e aquicultura. “Eleva a produção e a oferta de alimentos de qualidade através de incentivos como distribuição de insumos, equipamentos e máquinas, impulsionando a produção pesqueira e aquícola e fortalecendo a economia local e regional”, acrescentou.

O secretário finalizou reiterando que o crescimento do setor agropecuário é uma das formas mais eficientes de reduzir a pobreza e a alcançar a segurança alimentar, uma vez que a agricultura e a pecuária são fundamentais para o abastecimento e a economia das cidades.

Saiba Mais

– O Dia Mundial da Alimentação, 16 de outubro, foi criado com o intuito de desenvolver uma reflexão sobre o quadro da alimentação mundial. A data foi escolhida para lembrar o dia da criação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), em 1945.

– O evento é celebrado em um ano marcado por muitos desafios mundiais que afetam a segurança alimentar mundial, incluindo o pós-pandemia, conflitos políticos, alterações climáticas, elevação dos preços de alimentos e tensões internacionais.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>