Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Prefeito Eduardo Braide assina Ordem de Serviço para construção da primeira de seis creches de tempo integral em São Luís

24 de outubro de 2022 : 16:24

O prefeito Eduardo Braide assinou, nesta segunda-feira (24), a primeira Ordem de Serviço para a construção de seis creches de tempo integral em São Luís. A primeira assinatura foi feita no bairro Vila Bacanga, onde as obras já iniciaram. Até sábado (29), o prefeito fará uma assinatura por dia, em cada bairro onde as creches serão construídas.  As obras e a consequente abertura de novas vagas para a Educação Infantil integram a política educacional do plano de Governo Municipal.

“Serão seis creches de tempo integral construídas em seis bairros de diferentes regiões da capital. Serão mais de 700 vagas distribuídas nos bairros Vila Bacanga, Residencial Santo Antônio, Recanto Verde, Cohab Anil IV, Conjunto São Raimundo e Residencial Alexandra Tavares. Hoje, já assinamos a primeira aqui na Vila Bacanga; depois será no Recanto Verde e, até sábado (24), assinaremos as seis ordens de serviços em cada uma dessas comunidades, reforçando o nosso compromisso com a primeira infância”, destacou o prefeito Eduardo Braide, que esteve acompanhado da vice-prefeita, Esmênia Miranda e de autoridades do Município.

O projeto das novas creches contempla espaços idealizados para o acolhimento e desenvolvimento das crianças. Serão salas de aula multiuso, fraldário, sala para amamentação, solário, lactário (com área de higienização pessoal, área de preparo de alimentos e lavagem de utensílios), bancada de entrega de alimentos prontos, lavanderia (balcão de recebimento e triagem de roupas sujas, bancada para passar roupas, tanques e máquinas de lavar e secar).

A secretária municipal de Educação (Semed), Caroline Salgado, reforçou a importância da política educacional na primeira infância adotada pela gestão Eduardo Braide. “Fortalecer e expandir os serviços da rede municipal de ensino de São Luís é determinação do prefeito Eduardo Braide, em especial, para a primeira infância. A creche é um ambiente de proteção importante para as crianças, onde elas viverão experiências de cuidado, educação, convívio e interação, que são elementos essenciais para o seu desenvolvimento integral. São essas primeiras experiências, vivenciadas nos espaços de creche, que geram as aprendizagens mais significativas, porque formam a base sobre a qual todas as demais se tornam possíveis”, disse a titular da Semed.

Além de espaços que contribuem para a rotina das creches, as salas tradicionais como salas de reuniões, sala de professores, vestiários, entre outras, também estão incluídas no projeto. Tudo pensado para proporcionar uma educação de qualidade e dar ao corpo acadêmico a tranquilidade que necessitam para desenvolver um atendimento integral de qualidade.

Obras

O secretário de Obras e Serviços Públicos (Semosp), David Col Debella, garantiu que a obra será executada com o objetivo de já entrar em funcionamento no próximo ano. “Já iniciamos as obras aqui e o objetivo é acelerar e concluir o mais rápido possível. Nosso objetivo é que já no próximo ano, as crianças comecem a frequentar as creches, uma determinação do nosso prefeito Eduardo Braide”, detalhou.

Participaram da solenidade de assinatura, os vereadores Domingos Paz (Podemos), Manoel Filho (Avante), Charles dos Carrinhos (PRTB), Marlon Botão (PSB) e Silvana Noely (PTB), além dos secretários Diego Rodrigues (Semad), Igor Almeida (Secom), o controlador-geral do Município, Sergio Mota; a secretária adjunta da Semed, Gusmaia Mousinho; o secretário adjunto da Semosp, Tiago Trindade; a presidente do Instituto da Cidade, Pesquisa e Planejamento Urbano e Rural, Érica Garreto; o defensor público do núcleo Itaqui-Bacanga, Carlos Eduardo Rebouças, e trabalhadores da construção civil.

“A assinatura desta ordem de serviço é de grande relevância para nossa região, e graças ao prefeito Eduardo Braide que tem um imenso compromisso com nossas crianças e com nossa comunidade, hoje estamos concretizando este sonho. Obrigado prefeito Eduardo Braide por restaurar a dignidade das mães da região Itaqui-Bacanga”, agradeceu o vereador Charles dos Carrinhos (PRTB).

“Em nome da área Itaqui-Bacanga, eu quero agradecer ao prefeito Eduardo Braide que está realizando o sonho desta comunidade que aguarda por esta obra há tantos anos. E eu tenho certeza que muitas outras obras para a área Itaqui-Bacanga virão nesta gestão”, disse o vereador Domingos Paz (Podemos).

Um comentário em “Prefeito Eduardo Braide assina Ordem de Serviço para construção da primeira de seis creches de tempo integral em São Luís”

  1. Helena

    1 mês atrás  

    O texto da Assecom é perfeito, mas a realidade é bem diferente. Essas creches deveriam ter sido construídas no governo de EHJ porque fazia parte de um projeto da prefeitura e aprovado pelo programa “Brasil carinhoso” da ex-presidenta Dilma, mas administração passada deixou os recursos voltarem ao gov. Fed. porque não cumpriu os prazos. Outra coisa, quando essas creches esriverem prontas como a Semed contratará professores para trabalharem nelas? A gestão Braide está com insuficiência de profs. em salas de aula. O Sindeducação já fez e faz reiterada denúncias à promotoria da educação sobre esse problema, mas nada é resolvido. Eu conheço verias UEBs que devido a falta de professores, os alunos estão sem ter várias disciplinas. Eu já expus isso várias vezes no Instagram oficial do prefeito. E para finalizar, os vigilantes da Transporter segurança que vigiam às escolas à noite continuam trabalhando de forma gratuita para a Semed porque a empresa não os paga, a Semed já repassou vários pagamentos a empresa, o portal da transparência diz isso, e o grande mistério é o porquê de a empresa ñ pagar os salários dos vigilantes. Eu já vi ocorrer na gestão de Castelo e de Edivaldo, mas nesses casos foi por falta de repasse da Semed, o que não é o caso agora, Braide não toma nenhuma atitude de homem para resolver isso. Até a licitação que iria ocorrer dia 26 de out. foi suspensa. Os vigilantes com os quais conversei ficaram angustiados com essa suspensão porque tinham esperança de a Clasi segurança “ganhar” a suposta licitação, porque ela paga aos funcionários de forma correta, e assim os aproveitar como mão de obra, mas mesmo que a Clasi ganhe o certame, a gestão Braide pretende arrastar o contrato fa empresa Transporter até março quando ele vence, pois acabou de colocar mais recursos no empenho para repassar a empresa até março. Desculpa ter me alongado, mas só faço isso porque sei o que é trabalhar e não receber o pagamento. Obrigada, Diego Emir, por postar os meus comentários que nunca são elogiosos para a classe política.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>