Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

O Brasil conta com cada um de nós

31 de outubro de 2022 : 12:20

O país não pode continuar dividido!

Amigos, irmãos, famílias, empresas, igrejas, ruas , bairros, cidades, estados, regiões, o país está dividido ao meio!

A polarização está degradando a nossa sociedade e não acabou ontem, as primeiras horas já dão um indício do que viveremos nos próximos anos.

A responsabilidade com o povo brasileiro deveria estar acima de qualquer busca pelo poder, não foi o que aconteceu no vale tudo da eleição. O que acontecerá nos próximos anos? É uma pergunta que o país precisa responder. Não cabe apenas aos dois, vencido e vencedor de ontem, mas também a cada brasileiros responder. Não podemos continuar esperando que algum político faça por nós e pelo país o que todos nós temos que fazer juntos!

Torço que não passemos os próximos anos alimentando essa polarização, é hora de todo mundo tocar em frente sua vida, ela não vai melhorar para quem ficar só esperando soluções a partir do resultado de ontem, muito pelo contrário!

Também é importante um olhar amplo sobre a eleição de ontem! 30 milhões de pessoas não compareceu as urnas, 5,6 milhões compareceu e anulou ou votou em branco, 50,2 milhões votaram em Bolsonaro e 60,3 milhões levaram Lula ao terceiro mandato presidencial.

É preciso um amplo debate sobre as regras eleitorais, para que as pessoas se sintam incentivadas a exercer sua cidadania antes, durante e após cada pleito.

Se você está se sentido vencido ou vencedor está completamente errado, não existe a menor possibilidade de de afirmar quem ganhou ainda. Existe muito a fazer pelas nossas instituições, economia e principalmente pela nossa sociedade, as mudanças voltadas apenas para fins eleitorais e mandatos não podem continuar mais valorizadas que as profundas mudanças e planejamento de verdade para a evolução que o país tanto quer.

Hoje não somos apenas 156 milhões de eleitores, nem apenas 214 milhões de Brasileiros, somos os responsáveis pelo país que bilhões de pessoas, filhos, netos e descendentes de cada um nós vai viver.

O país precisa seguir em frente, não cabe insistir na ampliação do debate político, temos muita estrada por andar, lutas por lutar e muito a fazer, ninguém consegue fazer isso sozinho, o Brasil conta com cada um de nós!

Simplicio Araújo
Analista de Sistemas e negócios

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>