Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Direção nacional do PP veta aliança com PT e complica situação de André Fufuca no Maranhão

2 de agosto de 2022 : 20:42

Uma decisão do diretório nacional do PP tomada na noite desta terça-feira (2), pode trazer uma grande dor de cabeça para o deputado federal André Fufuca, pois está proibida qualquer aliança do partido com o PT em todos os estados brasileiros. No Maranhão, os progressistas estão coligados com PSB, PT, PCdoB, PV, PSDB, Cidadania, MDB, Podemos e Patriota, que declararam apoio a Carlos Brandão (PSB) ao Governo, Felipe Camarão (PT), a vice e Flávio Dino (PSB), ao Senado.

“O Diretório Nacional do Progressistas informa que a sigla não irá fazer coligação com o Partido dos Trabalhadores em nenhum estado brasileiro. O PP oficializou, por meio de convenção nacional, coligação com o PL e apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro”, afirmou em nota o presidente interino do PP, o deputado Claudio Cajado (BA).

A decisão foi motivada, após uma tentativa de aliança entre o PT e PP do Ceará. Lá os progressistas querem apoiar o petista Elmano Freitas, candidato a governador.

No Maranhão, André Fufuca é um dos parlamentares mais bem agraciados por conta do apoio do seu partido a reeleição de Brandão, ele garantiu a direção do Detran e o comando da Secretaria de Agricultura Familiar.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>