Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Festa de São Pedro: devotos e amantes da cultura festejam após dois anos de pandemia

30 de junho de 2022 : 16:05

Após dois anos sem a celebração, a festa de São Pedro voltou a ocorrer com o apoio do governo do Maranhão na madrugada da última quarta-feira (29), reunindo milhares de brincantes de bumba meu boi e de fiéis ao santo na Capela de São Pedro, que foi totalmente reformada pelo Estado.

No Largo da Capela de São Pedro, onde há o templo sagrado do catolicismo e do bumba meu boi do Maranhão, a programação cultural começou na terça-feira (28), às 21h, com as apresentações dos grupos Boi da Pindoba, Boi de Itapera de Icatu, Boi de Guimarães, Boi Brilho da Sociedade de Cururupu e Boi Barrica.

“Era tudo o que a população maranhense e metade do Brasil estava esperando, esse São João maravilhoso que o Governo do Maranhão está fazendo. Tudo muito bem decorado, estamos amando. Amo o São João”, disse o chefe de cozinha Benedito Bispo.

Para o secretário de Estado da Cultura, Paulo Victor, a volta da festa neste ano, além de preservar a tradição do evento, representa um momento de resgate e de retomada, considerando os dois anos de inatividade em virtude da pandemia ocasionada pela covid-19.

“Sem dúvida a nossa fé prevalece. Foram anos difíceis, mas nada como um dia após o outro. E é essa fé que nos move, que sobe pelas escadas construídas pelo amor e olha pelas janelas abertas pela esperança. E, hoje, depois de dois anos, envoltos de crença e gratidão, voltamos a subir as escadas da Capela de São Pedro, certos de que nossa cultura e confiança serão eternas. E coroar esse momento integrado com o maior São João do Brasil torna tudo ainda muito mais especial”, comentou o secretário.

A autônoma Daniele Sousa comemorou a volta dos festejos após dois anos. “Foram os últimos dois anos sem São João, então eu tô amando; tá tudo de bom. Eu estava com muita saudade”, comemorou.

Procissão Marítima

Junto à volta do festejo, também foi realizada a tradicional procissão marítima nesta quarta-feira (29), reunindo devotos para um ato público de fé em barcos enfeitados com bandeirolas e flores para saudar o santo padroeiro dos pescadores.

Emocionada, a catadora Telma Trindade comemorou as bênçãos recebidas após o retorno da procissão. “Estou feliz da vida. É muito emocionante, já que há dois anos que a gente não tinha essa graça de Deus e de São Pedro. Estamos glorificando a Deus”, celebrou.

A dona de casa Ana Cláudia Santos uniu a comemoração do seu aniversário à procissão marítima. “Hoje é meu aniversário e estou emocionada por estar aqui. É uma data importante que comemora, também, a procissão do padroeiro dos pescadores do Maranhão. É religioso, muito lindo e emocionante”, afirmou a dona de casa.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>