Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

As discrepâncias entre as pesquisas Exata e Escutec para disputa do Governo do Maranhão

17 de junho de 2022 : 08:45

Nos últimos dois dias, os Institutos Exata e Escutec divulgaram números relacionados a corrida eleitoral para a disputa do Governo do Maranhão. Na primeira, publicada pelo jornal O Imparcial, Weverton Rocha (PDT), lidera. Na segunda, apresentada pelo portal Imirante, Carlos Brandão (PSB), é o líder. O Blog Diego Emir pegou os números e apresenta uma série de discrepâncias que existem entre os dois estudos.

Na metodologia das pesquisa já são apresentadas significativas diferenças. Enquanto a Exata foi feita com 1451 questionários e 50 municípios, a Escutec ouviu 2000 pessoas em 70 cidades. A margem de erro da primeira é de 3,29% e da Escutec 2,19%, ambas com um nível de confiança de 95%.

Números da pesquisa Escutec

Nos números apresentados, os principais candidatos aparecem: Weverton tem 29% na Exata e na Escutec 23%; Brandão 24% na Exata e 27% na Escutec; Lahesio 14% na Exata e 17% na Escutec; Edivaldo 11% na Exata e 15% na Escutec e Simplicio 2% na Exata e 3% na Escutec.

Números da pesquisa Exata

Porém é na rejeição que chama mais a atenção a diferença dos números. A Exata trouxe uma informação que nenhuma outro Instituto apresentou, o ex-secretário Simplício Araújo apareceu com uma rejeição de 26%, enquanto que na Escutec ele tem apenas 6%. Edivaldo apareceu também com surpreendentes 23% de rejeição na Exata, mas na Escutec só apresentou 8%.

O ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahesio Bonfim, apareceu com 14% de rejeição na Exata e 7% na Escutec.

No quesito rejeição, Carlos Brandão foi o único que teve números semelhantes, ele tem 17% de rejeição na Exata e na Escutec. Já Weverton Rocha, aparece com 15% de rejeição na Exata e na Escutec com 23%.

Vale destacar que são metodologias diferentes e pesquisas evidenciam apenas o cenário atual, ou seja, daqui para frente os números podem mudar muito. Mas o certo é que nas últimas eleições, os dois institutos acumulam erros, principalmente nas pesquisas divulgadas às vésperas da eleição.

Um comentário em “As discrepâncias entre as pesquisas Exata e Escutec para disputa do Governo do Maranhão”

  1. Helena

    2 meses atrás  

    Pesquisa a depender da metodologia e da compreensão do pesquisado, pode ter margem de erro maior, porque alguns pesquisadores podem induzir o pesquisado a apontar o nome de um determinado candidato, e o contratante tb pode influenciar nos números. Eu já fui pesquisada sobre intenções de voto nas eleições só 2 vezes, na 1° vez foi pelo Datafolha, na rua; outra vez foi no bairro onde moro, nas duas vezes eu fui categórica nas minhas respostas, mas qd ela é sugestionada o pesquisado pode dizer que vai votar num candidato sem ter muita segurança na resposta. No mais, eu não duvido da veracidade das pesquisas feitas por institutos sérios.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>