Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

2ª Divisão do Campeonato Maranhense terá cinco campeões disputando duas vagas de acesso

30 de junho de 2022 : 16:55

Começa no dia 9 de julho, a 2ª Divisão do Campeonato Maranhense de 2022 e ela terá um número recorde de campeões da 1ª divisão da principal competição futebolística do estado. Maranhão, Imperatriz, Bacabal e Tupan já garantidos na fase de grupo somam 21 conquistas ao longo de 101 edições. Já o JV Lideral campeão de 2009 vai começar a competição na fase eliminatória em jogos de ida e volta.

A Série B do Maranhense ainda vai contar com o Timon já classificado para fase de grupos e mais Chapadinha, Itz Sport, Expressinho, Sabiá e Santa Quitéria que vão disputar a fase eliminatória.

O Maranhão Atlético Clube, 14 vezes campeão maranhense e o terceiro com mais títulos no estado foi rebaixado em 2020, e não conseguiu voltar em 2021. Com a disputa de 2022, será a terceira vez do MAC na segunda divisão.

O Imperatriz, tricampeão maranhense e que nos últimos anos estava despontando em alguns momentos até como a segunda maior força do futebol do Maranhão vai jogar pela primeira vez a segunda divisão em busca do retorno a elite.

O Bacabal, campeão maranhense de 1996, tenta mais uma vez voltar a elite do futebol. O clube da região do Mearim já disputou a competição seis vezes, garantindo o acesso três vezes e sendo campeão uma vez no ano de 2017.

O Tupan, tricampeão maranhense (1932, 1935 e 1938), voltou a ativa em 2020, após passar 26 anos fora das competições profissionais. Apesar da longa ausência do estadual, o clube é o quinto com mais participações na principal competição do Maranhão.

JV Lideral, campeão maranhense de 2009, teve uma ascensão meteórica, sendo campeão da segunda divisão em 2008 e logo em seguida sendo o melhor do estado, mas em 2010, o então presidente Walter Lira acusou a FMF de perseguição e decidiu desativar o futebol profissional do clube, voltando para o caráter de amador. Retornou a segunda divisão em 2012 e 2013, mas ambas não conseguiu o acesso. Agora em 2022, o clube de Imperatriz tenta reescrever sua história no futebol do estado.

Além dos clubes citados, cabe destaque ao Santa Quitéria vice-campeão maranhense em 2010, mas que está na segunda divisão desde 2019, após o segundo rebaixamento, o primeiro foi em 2008. Já foi campeão da segundinha duas vezes em 2005 e 2009.

O Expressinho disputou a 1ª divisão 14 vezes e foi rebaixado três vezes. Em 2014 foi campeão da segunda divisão do maranhense. O Chapadinha fundado em 1999, também já foi campeão da segunda divisão em 2002 e permaneceu por seis anos. Em 2008 foi rebaixado e voltou em 2019, após ser vice-campeão da segundinha em 2018.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>