Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Mais 47 escolas comunitárias da grande Ilha são beneficiadas com Termo de Cooperação com o Governo do Maranhão

10 de setembro de 2021 : 21:34

Em continuidade às ações da política educacional no âmbito do Programa Escola Digna, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), realizou, na última quinta-feira (9), mais uma etapa de assinatura do Termo de Cooperação entre o poder público estadual e 47 escolas comunitárias da Grande Ilha. A medida possibilitará ao Estado assumir o pagamento das contas de água e energia destas instituições, além de outras parcerias de melhorias para essas organizações da sociedade civil, em regime de colaboração.

Durante a solenidade de assinatura do Termo de Cooperação, que ocorreu na Quadra Poliesportiva recém inaugurada do Centro de Ensino Rio Grande do Norte – no bairro do Radional, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, relembrou que este ato dá continuidade ainda às ações realizadas pelo Governo do Maranhão, na área educacional, em comemoração aos 409 anos de São Luís. Camarão relembrou ainda as oito obras entregues durante a semana comemorativa.

“E os presentes para o aniversário de São Luís continuam. Além das oito obras educacionais que foram entregues durante os últimos três dias, hoje nós assinamos mais quarenta e sete convênios com escolas comunitárias, totalizando 77 instituições beneficiadas com o Programa Escola Digna. São instituições que agora terão suas contas de energia e água pagas pelo Governo do Estado. São ações como essa, ações concretas para essas escolas aqui da nossa capital, que não são de responsabilidade do Estado, que demonstram a sensibilidade do Governo do Maranhão e do governador Flávio Dino para com a nossa capital”, disse Felipe.

Ainda na cerimônia, o titular da Seduc anunciou aos gestores e responsáveis das escolas a promoção de formações pedagógicas que serão ministradas pela equipe da Secretaria, como forma de qualificação e aperfeiçoamento profissional.

“As ações e melhorias do ‘Escola Digna’ para essas escolas não param por aqui. Além das contas pagas, anunciei hoje mais presentes para essas instituições: formações pedagógicas para os professores e para a gestão dessas escolas comunitárias aqui de São Luís. Formações essas promovidas por meio do Pacto Estadual pela Aprendizagem. É assim que o Governo do Estado faz a diferença por meio da educação”, reafirmou o secretário.

Com a assinatura do Termo de Cooperação, as escolas e associações de ensino comunitárias têm a garantia do pagamento mensal das contas de água e energia, por até 12 meses. O que garante aos presidentes, gestores e responsáveis por essas instituições reverter o valor anteriormente gasto com essas contas, para uso e desenvolvimento de outras atividades escolares.

A presidente da Associação Cultural Tambores da Boa Fé, Rosilene Costa, fala da importância do Termo de Cooperação

“Para nós é muito gratificante, porque estamos há treze anos nesta luta, tentando levar a melhor educação para essas crianças e jovens, que muitas vezes somos nós quem tiramos das ruas, ajudando seus pais e mães que não têm condições de pagar uma escola ou reforço escolar. Com essa ajuda que vamos receber para o pagamento das contas, vamos nos voltar para resolver outras questões como a compra de lanches, fardamentos e material escolar para nossos estudantes”, expressou a educadora Rosilene Costa, presidente da Associação Cultural Tambores da Boa Fé, localizada em Paço do Lumiar. Na Associação funciona a ‘Escola Barco do Saber’, que atualmente atende à demanda de 60 estudantes matriculados na Educação Infantil e Ensino Fundamental I e II.

Esta é a segunda etapa de assinaturas realizada pelo Governo do Maranhão, que ao todo já beneficiou 77 instituições educacionais comunitárias em toda a Ilha.

Entidades como a Associação Folclórica Beneficente Bumba Meu Boi Estrela Maior, responsável pelo ‘Projeto Brilho das Estrelas’; com sede em Paço do Lumiar, a Associação – que em 2021 completa 8 anos em funcionamento – atualmente abriga as atividades de Creche Escola, com crianças de 02 a 05 anos de idade; e Reforço Escolar, para crianças e jovens de 06 a 16 anos de idade, em um total de 79 estudantes.

“Somos do terceiro setor, então toda e qualquer ajuda que chega para nós é de suma importância, porque muitas vezes trabalhamos apenas com o auxílio de voluntários. E essa ajuda com as contas de energia e água é essencial, pois é um orçamento que pesa bastante nas nossas escolas. O Governo do Estado, na pessoa do secretário Felipe Camarão, mostra sua visão humana e preocupada com a educação digna e de qualidade para todos os maranhenses”, enfatizou a gestora do ‘Projeto Brilho das Estrelas’, Maria Cardoso.

Participaram também do ato de Assinatura o diretor presidente da Escola de Cegos do Maranhão, Prof. Rocha; os vereadores: Andrey Monteiro, Paulo Vitor, Antônio Garcês, Concita Pinto, Thyago Freitas e o co-vereador do Coletivo Nós – Jonathan Soares; o suplente de Deputado Estadual, Jota Pinto; suplentes de vereadores da capital, a gestora da Unidade Regional de Educação de São Luís, Eva Barros; os secretários Adjuntos da Seduc: André Bello e Vitor Pflueger, além de lideranças comunitárias de diversos bairros.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>