Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Histórico das disputas de segundo turno em São Luís favorece a Eduardo Braide

29 de novembro de 2020 : 05:19

Hoje termina a disputa eleitoral em São Luís. De um lado estará o deputado federal Eduardo Braide (Podemos) e do outro, o deputado estadual Duarte Júnior (Republicanos). Pelo histórico das eleições na capital maranhense, o favoritismo é todo de Braide.

Desde que foi instituído a disputa do 2º turno em 1992, cinco eleições foram decididas em dois turnos e apenas 2000 e 2004, Jackson Lago e Tadeu Palácio, respectivamente venceram com apenas um turno. Portanto essa será a sexta e um fato pode se repetir, o primeiro colocado do primeiro turno sempre venceu a eleição na capital maranhense.

Em 1992, Conceição Andrade passou a frente e confirmou o favoritismo no segundo turno contra João Alberto.

Em 1996, uma disputa acirrada entre Jackson e Castelo terminou com 12 pontos de diferença no primeiro e no segundo, ela acabou sendo ampliada para 13 pontos. Naquela oportunidade, o vencedor era opositor ao Palácio dos Leões, o qual era comandado por Roseana Sarney.

Após duas eleições terminando no primeiro turno, São Luís voltou a ter em 2008 uma disputa em dois turnos. O primeiro acabou com uma diferença de quase 11% de Castelo para Flávio Dino e assim se manteve no segundo turno. Naquele ano, Castelo possuía apoio do Palácio dos Leões que tinha como governador Jackson Lago.

No ano de 2012, Edivaldo obteve 36% contra 30% de Castelo, porém Holanda Júnior avançou 20% no segundo turno e o ex-governador apenas 13%. Edivaldo foi candidato de uma frente articulada por Flávio Dino, Roberto Rocha e Weverton Rocha.

Em 2016, o segundo turno contou com a presença com Eduardo Braide que obteve 21% no primeiro turno. A diferença gigantesca para Edivaldo, impediu a virada, uma vez que Braide ganhou quase 25%, enquanto que Edivaldo pouco mais de 8%. Holanda Júnior foi reeleito com apoio do Palácio dos Leões, comandado por Flávio Dino.

Agora em 2020, virando 38 a 22 para Braide, o deputado federal precisa apenas 12,01% para vencer a eleição, já Duarte Júnior vai ter que fazer história, terá que alcançar o melhor resultado de um segundo colocado para vencer a eleição, ele precisará chegar aos 28,01%.

Braide conta com uma coalizão formada por Roberto Rocha, Neto Evangelista e apoios velados dentre eles de Weverton Rocha. Já Duarte é o candidato do Palácio dos Leões com apoio do governador Flávio Dino, que venceu as últimas duas eleições em São Luís.

Os números, a história e as estatísticas apontam favoravelmente a Eduardo Braide, caso não se confirme, Duarte Júnior passa a mudar a história em São Luís.

Confira o histórico das disputas em São Luís:

1996

Jackson 48,19% – 56,84%
Castelo 36,71% – 43,16%,

2008

Castelo 43,12% – 55,84%
Flávio Dino 34,28% – 44,16%

2012

Edivaldo 36,44% – 56,06%
Castelo 30,6% – 43,94%

2016 

Edivaldo 45,66% – 53,94%
Eduardo Braide – 21,34% – 46,06%

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>