Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Candidatos do Partido Novo prometem cortar gastos e reduzir número de assessores na Câmara de São Luís, caso sejam eleitos

12 de outubro de 2020 : 09:35

Os candidatos ao cargo de vereador em São Luís do Partido Novo estão apresentando uma proposta ousada, que vai chamar atenção da população ludovicense e pode causar irritação na classe política. Os nove postulantes a função de legislador na capital maranhense decidiram que vão cortar gastos e reduzir o número de assessores no parlamento municipal.

De acordo com a proposta apresentada pelo Partido Novo, eles vão cortar 40% da utilização da verba de gabinete disponibilizada e mais 60% da verba indenizatória possível. Hoje, cada vereador de São Luís tem direito a R$53.031 por mês, juntando os dois benefícios.

Outra medida que será tomada, caso venham ser eleitos é que vão reduzir de 13 para 5 assessores no gabinete parlamentar da Câmara Municipal de São Luís.

Para vencer a eleição, os nove candidatos do Partido Novo precisam somar pelo menos 15 mil votos para eleger um representante na Câmara Municipal de São Luís.

“Nós sabemos que a solução para os problemas da sociedade está na capacidade de empreender do indivíduo, e não no Estado. Vamos cortar na própria carne e dar o exemplo, mostrando que dá para fazer uma boa política economizando e cortando gastos. Por uma São Luís renovada, vote NOVO, vote 30!”, afirma o presidente do diretório estadual do Novo, Leonardo Arruda.

Um comentário em “Candidatos do Partido Novo prometem cortar gastos e reduzir número de assessores na Câmara de São Luís, caso sejam eleitos”

  1. Aguiar

    2 semanas atrás  

    Só mimimi. Promessas que não podem cumprir. Não seria melhor diminuir o número de vereadores? Isso também depende de uma reforma política ousada, que dificilmente será aprovada por eles.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>