Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

CPI Lunática em Ribamar vai ter vereador suspeito de Pedofilia

7 de maio de 2020 : 07:22

Comissão Parlamentar de Inquérito Lunática criada pela Câmara Municipal de São José Ribamar foi instalada com polêmicas. Uma delas envolve uma disputa violenta do vereador Cássio Sales, que queria ser o “pai da criança”. Ele tentou ser o presidente da Comissão, mas acabou perdendo para o vereador Jô Viana. Restou-lhe a relatoria.

A CPI lunática pretende “investigar” o que o município está fazendo com os recursos destinados pelo Governo Federal para o combate à pandemia do Coronavírus, sendo que todas as receitas e despesas estão publicadas no Portal da Transparência da Prefeitura de São José de Ribamar, acessível a todo cidadão, incluindo os próprios vereadores.

Criada numa sessão remota, no entanto, as próximas semanas devem ser decisivas para o andamento da comissão, que tem como relator um vereador com uma larga ficha de denúncias envolvendo estelionato, pedofilia, abuso de autoridade, entre outros.

Na sessão remota desta terça-feira (06), que só foi realizada por força de uma decisão judicial, que obrigou a Câmara a exercer seu papel e apreciar matérias do Executivo, um comentário chamou a atenção, no momento em que o vereador Jô Viana estava no foco:

“Deveriam criar a CPI de Pedofilia e ouvir o Sales sobre isso para esfolarmos a verdade e não outra coisa”.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>