Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Weverton diz que PDT vai atrás de mandato de Yglesio, caso ele saia do partido

9 de setembro de 2019 : 16:26

Em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (9), o presidente do PDT no Maranhão, Weverton Rocha, voltou a declarar que o partido caminha em busca da unidade em torno da pré-candidatura de Osmar Filho a prefeito de São Luís. A fala foi um claro recado ao deputado estadual Yglesio Moysés, que insiste na pré-candidatura e faz até ameaças de deixar o partido. Quanto a isso, Weverton foi taxativo ao afirmar que caso, o parlamentar opte por esse caminho, os pedetistas vão entrar com uma ação de infidelidade partidária para tomar o mandato do médico.

Durante a conversa com jornalistas, o senador chegou a citar o exemplo do secretário Ivaldo Rodrigues, que declarou recentemente apoio ao presidente da Câmara de Vereadores. Weverton deixou claro que não fará veto ao nome de Yglesio como pré-candidato, mas que ele busque compreender que o atual momento converge a favor de Osmar Filho.

Atualmente, Yglesio vem insistindo na pré-candidatura. Em nota distribuída a imprensa, o deputado estadual afirmou: “Tenho apreço ao PDT e à sua história, porém considero legítimo também colocar meu nome à disposição de São Luís e é com esse mesmo apreço, misto de admiração e respeito, como alguém que quer sempre somar e jamais atrapalhar, que considero a possibilidade de encontrar outra casa partidária. Reafirmo minha pré-candidatura, pois estamos em um momento pré-eleitoral, onde a população deve ter a oportunidade de avaliar os melhores projetos, mandatos, biografias e na eleição escolher o que melhor convier para o futuro da cidade”.

Quanto a mudança partidária, recentemente Yglesio procurou o vice-governador Carlos Brandão em busca de espaço no PRB para disputar a Prefeitura de São Luís. Na última semana, segundo o jornalista Jorge Vieira, o deputado estadual também já teria garantido de um partido pequeno a oportunidade de concorrer ao cargo de chefe do Palácio de La Ravardiere.

Um comentário em “Weverton diz que PDT vai atrás de mandato de Yglesio, caso ele saia do partido”

  1. alisson

    6 dias atrás  

    O cara luta pra ser Deputado Estadual, consegue e aí bota na cabeça que quer pq quer ser candidato a prefeito de são luis, sendo que ele não tem apoio e não ganhará em partido nenhum. Briga com o presidente do partido que ja disse quem será o indicado a concorrer a prefeitura, tem força com todos os aliados. Mas esse retardado desse Deputado prefere se queimar e ser aqueles politicos de um mandato só. Esse não vai pra frente politicamente,será só esse mandato mesmo.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>