Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Gastão Vieira solicita apoio financeiro do BNDES e abertura de mercado para pequenas e médias empresas

12 de julho de 2019 : 09:11

Durante audiência realizada nesta terça-feira,09, com representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o deputado federal Gastão Vieira (PROS-MA) solicitou o apoio financeiro, tecnológico e abertura de mercado internacional para pequenas e médias empresas do Brasil, em especial do Estado do Maranhão. “Tive uma longa reunião com o pessoal do BNDES para discutir cenários para a pequena e média empresa, e estamos articulando uma reunião em São Luís, em que vamos discutir todas essas questões, vendo de que forma nós podemos passar para as pequenas e médias empresas linhas de crédito e de financiamento para que elas possam ter tecnologias adaptadas ao seu pequeno negócio”, afirmou o deputado.

O parlamentar acredita que o desenvolvimento do Nordeste ou de qualquer plano de desenvolvimento da região terá de vir das pequenos e médias em empresas. “Os incentivos para grandes empresas vão permanecer. Mas o centro de tudo vai ser a pequena e média empresa. Se elas tiverem apoio tecnológico, crédito, abertura de mercado externo, vão efetivamente compor a espinha dorsal desse novo Plano de Desenvolvimento do Nordeste”, argumentou Gastão.

Na ocasião, Gastão propôs ainda, uma visita da direção técnica do banco a São Luís (MA) para um debate com empresários maranhenses de diversos ramos, entidades classistas e instituições financeiras para aprofundar a discussão sobre o tema.

O deputado reforçou a necessidade de discutir a questão da exportação de pequenos negócios maranhenses. “Devemos encontrar meios para que os pequenos e médios empresários tenham um mercado externo para exportar seus produtos para diversos países, ou seja, sair desse mercado de consumidor local, que é importante, mas que no fundo não resolve muito. Devemos pensar e chegar a outros mercados”, frisou o parlamentar ao adiantar que a ideia foi muito bem recebida pelos dirigentes do BNDES.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>