Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Ex-juiz que empresta dinheiro a juros alega dificuldades financeiras

10 de julho de 2019 : 14:16

O ex-juiz SIDNEY CARDOSO RAMOS protocolou uma execução no valor de R$ 253.866,00 contra um médico maranhense, onde alega que é hipossuficiente. Ou seja, que apesar de receber aposentadoria de juiz, de exercer a advocacia e de ter dinheiro de sobra para emprestar a juros, não tem condições de pagar as custas processuais.

No Processo n. 0827535-48.2019.8.10.0001, que não corre em segredo de Justiça, o ex-juiz curiosamente solicita a assistência judiciária gratuita, a qual provavelmente deve ser indeferida pela Justiça.

A execução não indica o motivo do empréstimo milionário a juros, mas faz referência a um INSTRUMENTO PARTICULAR DE MÚTUO com CONFISSÃO DE DÍVIDA, que possui Sidney Ramos como credor.

Antes de pedir aposentadoria, o ex-juiz foi denunciado no Conselho Nacional de Justiça pelo Banco do Brasil, em razão de um processo na ordem dos R$ 19 milhões de Reais (Proc. n. 12915/1998). O BB alega que Sidney Ramos não tinha competência para determinar o saque dos milhões.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>