Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

São Luís amanhecerá sem ônibus nas ruas nesta sexta-feira

13 de junho de 2019 : 12:23

O Sindicato dos trabalhadores do sistema rodoviário de São Luís decidiu aderir à greve geral e vai paralisar atividades nas primeiras horas do dia desta sexta-feira.

Nesta sexta-feira (14), daremos mais uma grande contribuição a democracia brasileira, em favor da garantia de direitos dos trabalhadores. Precisamos, mais do que nunca, do apoio, do engajamento de todos, para lutarmos em defesa de tudo o que até aqui, já conquistamos. Assim como deverá acontecer em todos os outros Estados, o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa, que na Grande São Luís, os ônibus não irão circular entre 04 e 09 da manhã desta sexta-feira (14).

Companheiros, este dia 14 de junho, será marcado pela Greve Geral, deliberada pelas Centrais Sindicais, Movimentos Sociais e por diversos grupos estudantis e o Sindicato dos Rodoviários também irá contribuir com as manifestações. Precisamos dizer NÃO, a Reforma da Previdência, NÃO ao corte de recursos na Educação e dizer SIM, para a permanência de direitos, garantidos com muita luta pelos Brasileiros, a exemplo da Aposentadoria, que querem a todo custo acabar com ela, além é claro, de defendermos os nossos empregos.

Assim como ocorrerá no país inteiro, principalmente, nas capitais, em São Luís inúmeros atos irão acontecer: Bloqueio da BR 135 no Km 2 na Vila Itamar às 5h da manhã; Bloqueio da Avenida dos Portugueses em frente a UFMA às 5h da manhã e Ato político na praça Deodoro às 13h.

Como representante de uma grande entidade sindical do Maranhão e membro da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB-MA), convido a todos os maranhenses a se fazerem presentes, em pelo menos um desses atos. Precisamos mostrar ao Governo Federal, que nós Brasileiros, é que temos o poder de decisão. A nossa união é mais forte e fará a diferença, para de uma vez por todas, derrubarmos esse pacote de maldades que o Presidente Jair Bolsonaro, tenta nos impor.

*ISAIAS CASTELO BRANCO*
Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão e Membro da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB-MA)

7 comentários em “São Luís amanhecerá sem ônibus nas ruas nesta sexta-feira”

  1. Sindicato vagabundos

    3 meses atrás  

    Sindicato só tem vagabundo , não defendem ninguém ! Só querem fazer essas greves para atrapalhar no dia a dia do trabalhador. Fazer uma greve parando os ônibus ,impossibilitando o trabalhador de ir para o seu trabalho!

  2. Eliane

    3 meses atrás  

    Manifestação partidária eu jamais participo, pois sou a favor da previdência social vê o boicote ao governo Bolsonaro. #elesim. Vou procurar o que fazer movimento de idiotas úteis.

  3. Janilson

    3 meses atrás  

    Vcs sao muitoe vagabundos misturanto os direitos dos trabalhadores.aos seus proprios intereses. Seus puliticos filhos da puta

  4. José ribeiro

    3 meses atrás  

    É sério isso mesmo? Será que ainda tem gente tão alienada ao ponto de submeter ao sistema. E ainda tentar colocar a reforma como uma forma ruim para o povo brasileiro.
    É preciso que aconteça logo;e já.
    Talvez alguns ai estão ganhando com notícias distorcidas, mais eu lhes garanto o povo pobre não ganha nada. É bom que se diga a verdade como ela é, e nao como se notícia por ai. Verdades sao verdades. Uma verdade ai;

  5. ★Lēåndrø★

    3 meses atrás  

    Engraçado que antes era difícil ter manifestações depois que o PETÊ saiu do comando e essa frescura ,bando de malditos vão fazer eu sair de casa às 3;00 da manhã para trabalho porque esse vagabundos querem fazer graça joga uma carteira trabalho vêr como todo mundo sai correndo

  6. 3 meses atrás  

    Eu sou contra a previdência social ,cada um tem seu modo de pensar apoio essa manifestação Dos trabalhadores…

  7. 3 meses atrás  

    Eu sou contra a previdência social ,cada um tem seu modo de pensar apoio essa manifestação Dos trabalhadores…

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>