Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Aprovado Projeto de lei do deputado Fábio Macedo de Auxílio a pessoas com depressão

26 de junho de 2019 : 12:13
O Projeto de Lei que cria o Programa de Auxílio Psicológico para pessoas com Depressão, de autoria do deputado estadual Fábio Macedo (PDT), foi aprovado por unanimidade pelo Plenário da Assembleia Legislativa, em segundo turno de votação, nesta quarta-feira(27) e segue para sanção do Governador Flávio Dino.
Com o Programa, pretende-se tem desenvolver uma rede de serviços de atendimento aos usuários que seja plural, com diferentes abordagens terapêuticas e atendimentos em hospitais de referência em saúde mental do Estado, Centros de Atenção Psicossocial  e enfermarias especializadas, assim como incentivar outras ações de prevenção e incentivo educacional de combate à depressão.
De acordo o deputado Fábio Macedo, a aprovação do projeto abrirá um caminho para tratar a depressão de maneira mais eficaz.”Hoje demos um passo muito importante para o combate à depressão, que é uma doença tão silenciosa e que afeta de forma muito preocupante a nossa população.Tenho certeza que pela sua importância, o Programa de Auxílio a Pessoas com Depressão será sancionado pelo Governo do Estado. Estamos a mais um passo de levar atendimento de qualidade e segurança ao nosso povo com foco na saúde mental e bem estar social, emocional e físico”, disse Macedo.
O Brasil é campeão de casos de depressão na América Latina. Quase 6% da população, um total de 11,5 milhões de pessoas, sofrem com a doença, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). São vidas silenciadas que apresentam baixo rendimento escolar, queda na produtividade no trabalho e recorrem ao vício, tentando a todo custo gritar por socorro.
Depressão
Segundo estima a OMS,  a depressão atinge cerca de 300 milhões de pessoas. A doença figura como principal causa de incapacitação no mundo e com grande chance de se tornar a segunda maior carga de doença até 2030.
O atendimento à depressão é apontado como desafio para a área da saúde pública. O plano de Ação Global de Saúde Mental 2013-2020 da OMS fortaleceu a concepção de que o atendimento à saúde mental deve ser feito em centros comunitários de atenção à saúde. Dessa forma, o atendimento à depressão é sustentado por um conjunto de políticas que possibilita construir modelo de atenção que visa ao atendimento integral do usuário.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>