Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Mais de 25 mil ataques cibernéticos tentaram tirar Blog Diego Emir do ar, após divulgação de pesquisa

12 de março de 2019 : 08:24

Após o Blog Diego Emir ter divulgado em primeira mão a pesquisa que aponta a liderança de Eduardo Braide (PMN), na disputa pela Prefeitura de São Luís, mais de 25 mil ataques cibernéticos ocorreram nesta página virtual com o objetivo de deixar esse site fora do ar. Por alguns minutos, os hackers obtiveram sucesso, mas logo que foi identificado o atentado, o problema foi solucionado e ainda que persistentes os ataques, não conseguiram mais derrubar o blog.

De acordo com a verificação dos ataques, alguns partiram de computadores usados pelo Ministério da Educação, outros da empresa Imbranet Internet e Informática Ltda, assim como aparelhos de diversos órgãos públicos.

Os ataques todos foram “python-requests”,os quais são tentativas de brute force e ataque de negação de serviço, que tem como objetivo deixar o Blog Diego Emir fora do ar.

Não é a primeira vez que o Blog Diego Emir é vítima de ataques cibernéticos, durante a campanha eleitoral de 2016, por diversas vezes hackers deixaram a página virtual fora do ar.

 

2 comentários em “Mais de 25 mil ataques cibernéticos tentaram tirar Blog Diego Emir do ar, após divulgação de pesquisa”

  1. 1 semana atrás  

    Amigo isso não foi ataque cibernético, mas pessoas tentando manipular a pesquisa. È muito fácil manipular qualquer pesquisa em blog, basta de uma maneira bem simples limpar os dados de navegação e cookes, atualizando a pagina, e seguindo votando em qualquer candidato. Falo isso porque tenho um blog e não faço porque não tem credibilidade esse tipo de pesquisa.

  2. Joao da Elza

    1 semana atrás  

    Ataque ? Hahahahaha
    Deve ter sido o responsável pelo seu site que lhe disse isso.
    Isso é apenas manipulação de pesquisa, nada com ataque.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>