Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

O discurso cristão incoerente de Mical Damasceno

13 de fevereiro de 2019 : 05:08

“A Deus, seja glória… Por tudo que fez, por mim”, assim abriu Mical Damasceno (PTB), o seu primeiro discurso como deputada estadual na Assembleia Legislativa do Maranhão. A filha de Pedro Aldir, presidente da Ceadema – Convenção das Assembleias de Deus do Maranhão – iniciou cantando e louvando a Deus, pela conquista e por ter chegado ao parlamento. Mas nada mais incoerente do que usar Deus na vitória alcançada pela parlamentar.

Ainda em cima da tribuna, Mical Damasceno continuou e apresentou um pouco da trajetória do seu pai, o responsável por garantir a sua vitória nas urnas, afinal como líder da igreja evangélica, ele capitalizou muitos votos em favor da filha. Mas a grande incoerência, está presente no momento em que a deputada estadual diz que foi abençoada com a vitórias nas urnas.

Inconscientemente ou conscientemente, Mical Damasceno diz que ela foi escolhida por Deus para assumir o mandato em detrimento aos demais concorrentes, talvez seja justo, afinal a deputada deve se julgar mais pura, mais próxima de Deus por ter alcançado tal benção.

Só que continuando seu discurso, Mical Damasceno deixa mais evidente que Deus privilegia poucos. Tanto que toda a obra de Pedro Aldir a frente da CEADEMA foi recompensada com a vitória de sua filha ao cargo de deputada, ou seja, todo o bem desenvolvido foi em benefício a uma única família e não a comunidade.

Lamentavelmente, Mical Damasceno é mais uma que usa Deus de forma equivocada para justificar vitórias políticas.

Vale lembrar que seguindo a lógica do que disse Mical Damasceno, Deus foi muito bondoso com ela, a colocando em certas condições, que boa parte dos maranhenses talvez nunca tenham oportunidade de viver.

Pobre Mical Damasceno, que demonstra entender de fazer politicagem através da religião e pouco, mas pouco entende de Deus, pois com certeza, o Senhor não seleciona aqueles que merecem mais e os que não merecem quase nada.

3 comentários em “O discurso cristão incoerente de Mical Damasceno”

  1. júnior

    1 semana atrás  

    Parecia um culto evangélico, a 50 anos ele vive as custas dos pobres evangélicos, deve ter a mão mais fina que seda, afinal nunca fez um trabalho pesado.

  2. valdemar castro

    6 dias atrás  

    infelizmente é isso que temos em nossas igrejas. assembleias de deus (não Deus) virou palco de espertalhões em nome da fé, e com discursos barato e maliciosos, mas o povo estar acordando e as mascaras vai cair.

  3. Mateus

    3 dias atrás  

    Acho querido que talvez a sua postagem que esteja equivocada ao falar que a mesma não deveria agradecer a Deus pela vitoria. Na bíblia diz “buscais em primeiro lugar as coisas do céus e as demais coisas vos serão acrescentadas” , também diz ” …em tudo redeis graças ao Senhor” . Então não ignore e não fale aquilo que vc não sabe . Pois nós cristão estamos na terra para servir e agradar à Deus e não ao homem

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Conversa Franca

Enquetes

Em quem você votaria para prefeito de São Luís?

  • Ivaldo Rodrigues (30%, 9.158 Votes)
  • Wellington do Curso (27%, 8.158 Votes)
  • Osmar Filho (20%, 6.179 Votes)
  • Yglesio Moyses (7%, 1.982 Votes)
  • Felipe Camarão (4%, 1.306 Votes)
  • Duarte Júnior (4%, 1.245 Votes)
  • Eduardo Braide (2%, 744 Votes)
  • Pastor Silvio Antonio (1%, 321 Votes)
  • Adriano Sarney (1%, 238 Votes)
  • Allan Garcêz (1%, 164 Votes)
  • Neto Evangelista (1%, 158 Votes)
  • Bira do Pindaré (0%, 101 Votes)
  • Outro (0%, 93 Votes)
  • Não sei (0%, 67 Votes)
  • Pedro Lucas Fernandes (0%, 65 Votes)
  • Fábio Câmara (0%, 49 Votes)
  • Márcio Jerry (0%, 42 Votes)
  • Helena Duailibe (0%, 41 Votes)
  • Astro de Ogum (0%, 31 Votes)
  • Zé Inácio (0%, 27 Votes)
  • Estevão Aragão (0%, 16 Votes)

Total Voters: 30.185

Carregando ... Carregando ...

Contato

Mande sua sugestão de conteúdo
E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
WhatsApp: (98) 99112 5406