Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Governo Bolsonaro: João Alberto consegue manter indicado na presidência da Funasa

5 de janeiro de 2019 : 05:55
Marcio Cavalcante entre João Marcelo, João Alberto e o ex-presidente da Funasa, Rodrigo Dias

Apesar de estar próximo de deixar o mandato, João Alberto (MDB), está mostrando certo poder político no governo Bolsonaro. O senador maranhense conseguiu manter no cargo, até então, de presidente da Funasa, Márcio Cavalcante, ex-diretor de administração da Funasa/Maranhão.

Márcio Cavalcante assumiu em maio de 2018, a função de diretor executivo da Funasa, porém com a saída do presidente Rodrigo Dias, ele ascendeu ao comando geral do órgão nacional.

O apadrinhado de João Alberto é advogado e tem larga experiência frente ao serviço público, entre os cargos ocupados o mesmo foi: diretor operacional do DETRAN/MA e chefe do departamento de Administração da Superintendência da Funasa no Maranhão.

Apesar de João Alberto deixar o Congresso Nacional no fim de janeiro, outro padrinho de Márcio Cavalcante permanecerá lá, trata-se do deputado federal João Marcelo (MDB), filho do senador maranhense.

Porém existe forte pressão para que o comando da Funasa troque de nome. Por ano, o órgão tem um orçamento de R$3 bilhões.

2 comentários em “Governo Bolsonaro: João Alberto consegue manter indicado na presidência da Funasa”

  1. Rivellino Batista

    6 meses atrás  

    BRASÍLIA:
    dia 1°, totalmente verde-amarelo: O brilho do Sol, nosso astro mor. Vermelho? Somente as tulipas holandesas no jardim externo do Palácio do Planalto e o tapete vermelho, inclusive que o heróico & corajoso Bolsonaro e o nobre índio Mourão — o vice — com enorme prazer pisaram sobre.

  2. Carlos

    6 meses atrás  

    Será se votei em BOLSONARO foi pra ele manter esse bando de sanguessuga no governo… sinceramente… 4 anos passa rápido!!!

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>