Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Saúde bucal na infância

3 de dezembro de 2018 : 07:23

A prática de bons cuidados com a saúde bucal deve ser incentivada desde cedo na vida das crianças. Ela começa mesmo antes dos primeiros dentes nascerem, passam pelos primeiros cuidados e tem uma fase importante durante o período de troca dos dentes, visto que é ainda mais necessário reforçar a importância dos cuidados com a saúde bucal e desta forma fazer com que a criança adquira hábitos que protejam a integridade dos seus dentes até a vida adulta.

CUIDADOS NA PRIMEIRA INFÂNCIA

Ao contrário do que muitos pensam, os cuidados com a saúde bucal não devem começar apenas quando nascem os primeiros dentes. Antes do início do desenvolvimento da arcada dentária, limpe a gengiva da criança com uma gaze ou fralda de pano úmida. Como a criança ainda não consegue cuspir, não utilize produtos que contenham flúor, visto que a substância pode ser tóxica se ingerida em grandes quantidades.

Com o nascimento dos primeiros dentes, é recomendável substituir a gaze por uma dedeira de silicone, enquanto a escova só será utilizada a partir do surgimento dos primeiros dentes molares. Quando introduzida a escova de dente também deve ser introduzido o creme dental com flúor, porém é importante se atentar as quantidades para evitar a fluorose dentária, manchas causadas pelo excesso de flúor.

Em crianças de até três anos, as cáries são denominadas “cáries de mamadeira” e surgem devido a ingestão de bebidas doces ou sucos industrializados no período da noite. Sendo assim, é necessário se preocupar com a limpeza dos dentes antes de dormir, mesmo que a criança ainda seja muito pequena.

TORNE A HIGIENE BUCAL UM HÁBITO

As crianças vão crescendo e cada vez mais ficam responsáveis por sua higiene bucal e é imprescindível que o ato se torne um hábito cada vez mais natural. Aqueles que observam que os outros membros da família possuem o costume de cuidar da saúde dos dentes tem mais facilidade em assimilar os cuidados como parte de sua rotina, mas é sempre bom fiscalizar se tudo está sendo feito corretamente e corrigi-los.

Entre os quatro e seis anos de idade as crianças começam o processo de troca dos dentes de leite pelos dentes permanentes e nesta fase é preciso estar atento para que ela desenvolva uma arcada dentária saudável para a adolescência e vida adulta. Dentre os cuidados básicos, é recomendado escovar os dentes ao menos três vezes por dia, principalmente após as refeições, usar fio dental e o raspador de língua diariamente e ingerir água com flúor.

A falta de higiene adequada pode ocasionar problemas como a fluorose, cáries, placa bacteriana e perda precoce dos dentes, afetando a mastigação, o futuro alinhamento dos dentes e causando problemas na mordida.

CUIDADO COM A ALIMENTAÇÃO

A alimentação é primordial para a saúde das crianças, e para a saúde dos dentes não seria diferente. O consumo de alimentos saudáveis associados a uma boa escovação garantem uma menor incidência de cáries e outros problemas.

A cárie nada mais é que destruição dos dentes causada por bactérias presentes na nossa boca devido ao acúmulo de alimentos. O consumo em excesso de alimentos ricos em açúcar e carboidratos favorecem o surgimento da cárie e o aumento da formação da placa bacteriana.

Alimentos como biscoitos recheados e doces não devem ser consumidos em excesso, principalmente durante a fase da troca de dentes. Evitar esses alimentos diminui o risco de cáries e deixa a boca da criança mais saudável para receber seu novo e permanente conjunto de dentes.

Invista em verduras e frutas ricas em fibras, esses alimentos aumentam a salivação e promovem um processo natural de limpeza dos restos alimentares que se acumulam na boca. Além disso, alimentos frescos como maçãs, cenouras e pêras, além de ajudar na salivação, ajudam a remover a placa bacteriana.

Alimentos ricos em cálcio como queijos, iogurtes naturais, leite e derivados ajudam na formação e fortalecimento dos dentes. Além do cálcio outro constituinte importante dos ossos é o fósforo, presente em legumes e hortaliças como o brócolis e o agrião.

Fonte: Next Saúde

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>