Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Mais quatro anos para Flávio Dino tirar o Maranhão da extrema pobreza

31 de dezembro de 2018 : 08:15

Finda nesta segunda-feira (31), o primeiro mandato do governador Flávio Dino (PCdoB). Terça-feira (1), começa o seu segundo e a expectativa é de que o Maranhão saia realmente do atraso que o comunista prometeu tirar, algo que não aconteceu nos últimos 4 anos, pelo contrário, só piorou. De acordo com o IBGE, os maranhenses são em proporção os mais miseráveis do país.

Apesar dos números, o governador Flávio Dino e os seus seguidores preferem dizer que o Maranhão está mudando. Mas é impossível confirmar tal feito ao apresentar os números. Em 2014 eram 8,7% das famílias maranhenses vivendo na extrema pobreza agora são 12,2%, segundo o IBGE.

Flávio Dino não é o responsável único pela miséria no estado. Mas o fato dele negar os números e não admitir os erros, prospectam um futuro nada diferente aos maranhenses.

De funcionários fantasmas a pedaladas fiscais, o governo Flávio Dino é marcado por uma série de denúncias de corrupção e esta prática é a mãe da continuidade do estado de miséria que vive o Maranhão, afinal o recurso que é público vai continuar irrigando os bolsos de poucos.

Até outubro de 2018, o único responsável por qualquer problema no governo Flávio Dino era o ex-presidente José Sarney. A partir de agora, o culpado de todos os males do Maranhão será Jair Messias Bolsonaro, o presidente da República.

Se perceber, Flávio Dino definiu os inimigos do Maranhão de acordo com seus interesses eletivos. Primeiro Sarney, para garantir a reeleição de governador e agora Bolsonaro, buscando uma participação do debate político nacional, naturalmente surgindo como opção da esquerda para disputa presidencial.

Flávio Dino é um homem inteligente, sabe muito bem o que está fazendo, mas possui os mesmos pecados daqueles que tropeçaram em suas próprias pernas a não admitir que são falhos, que possuem erros.

Existe o desejo, a partir desta terça-feira (1), que tudo seja diferente no Maranhão, afinal as melhorias sociais trazem benefícios para todos.

Um bom governo de Flávio Dino será bom a todos os maranhenses, principalmente para aqueles que vivem abaixo da extrema pobreza.

4 comentários em “Mais quatro anos para Flávio Dino tirar o Maranhão da extrema pobreza”

  1. 6 meses atrás  

    -O Governador Flavio Dino, conduz o Maranhão para uma das maiores crise de sua Historia…Tudo em nome de uma obsessão por uma Candidatura para Presidente da Republica. Ele não consegue entender que o povo Brasileiro não ver o Comunismo com Bos Olhos, somos um Povo capitalista de Origem, jamis irá se deixar encabrestar pela ideologia Comunista.O Estado do Maranhão já tem um Histórico de causar problema na Historia politica do Brasil, mais nuca com movimentos Socialistas, tanto que foi o Ultimo a aderir a Republica…Com essa Loucura,o que o Governador pode conseguir, é uma intervenção Federal pelo caos Social que ele pode provocar.

  2. Pedro

    6 meses atrás  

    Idiota João Rodrigues.
    A história do Maranhão é bela. Mais bela que todo o resto do Brasil.
    Tu não sabe o que é república, monarquia ou independência, tu é um joão ninguém, falando idiotices.

  3. José Araújo

    6 meses atrás  

    A oligarquia Moribunda dominou por 50 anos e deixou o nosso estado como o mais miserável da nação, vc nunca criticou.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>