Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Com 27 de impugnações, Carlos Brissac pode desistir das eleições da OAB-MA

1 de novembro de 2018 : 19:07

A chapa montada por Mário Macieira deve anunciar nos próximos dias, a desistência da disputa da OAB do Maranhão. O candidato a presidente Carlos Brissac vem enfrentando uma série de problemas para se manter concorrendo a eleição, uma vez que dezenas de membros de sua chapa estão impugnados por descumprir a legislação eleitoral da entidade. De acordo com informações obtidas por este jornalista, 27 impugnações foram feitas no grupo montado por Macieira.

A legislação eleitoral da OAB prevê que advogados ocupantes de cargos ou funções de direção em órgãos da Administração Pública direta ou indireta, em suas fundações e em suas empresas controladas ou concessionárias de serviço público, não podem compor chapa da disputa eleitoral da entidade.

E em uma rápida busca nos membros da chapa de Carlos Brissac, vários nomes exercendo função comissionada no poder público foram identificados. Entre eles:

Josineile de Souza Pedrosa que concorre ao cargo de conselheira estadual, ela está nomeada no Procon de Imperatriz.

Thais Alexandra Lopes dos Santos que concorre ao cargo de conselheira estadual, ela está nomeada em cargo comissionado na Procuradoria do município de Imperatriz

Paula Verônica Silva Guimarães que concorre como suplente de conselheira estadual, está nomeada na Controladoria Geral do municipio de Viana

Raimundo Nonato Ribeiro Neto que concorre como suplente de conselheiro estadual, está nomeado na Secretaria de Transparência e Controle do Maranhão

Ezequias Nunes Leite Batista que concorre como suplente de conselheiro estadual, ele é assessor de desembargador do TJMA

Anne Karole Silva Fontenelle de Brito que concorre como suplente de conselheira estadual, ela é chefe da Procuradoria Fiscal de São Luís

Thalys Hermes do Rego que concorre como suplente de conselheiro estadual, ele é assessor jurídico da reitoria da UEMA

Marcia Tereza Gomes Pereira que concorre como suplente de conselheira estadual, ela é assessora especial da Secretaria estadual de Educação do Maranhão

Fica evidente, que a chapa montada por Mário Macieira é a verdadeira chapa branca que representa o Palácio dos Leões e seus aliados. Mais de um terço dos conselheiros de Brissac são ocupantes de cargos comissionados no Estado.

Vale lembrar que Macieira foi sócio de Antônio Nunes, secretário de Governo e do Governador Flávio Dino em um escritório de advocacia. Todos agora estão pretendendo retomar a OAB-MA, depois da derrota de Valeria Lauande para Thiago Diaz no último pleito. Lauande é sócia do advogado Salvio Dino Filho e irmã de Geraldo Cunha Carvalho Júnior, presidente do Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial (Inmeq) do Maranhão, nomeado por Dino.

O próprio sócio de Carlos Brissac, Gustavo Fonteles, ocupa cargo no setor de licitações da Secretaria de Segurança do Estado, como funcionário terceirizado da empresa IBRAPP e atua no contrato de fornecimento de mão de obra terceirizada na SSP/MA.

Acaso não consiga o número de advogados suficiente para complementar a sua chapa, o candidato à presidência da OAB-MA, Carlos Brissac pode desistir de sua candidatura. Agora a Chapa 2, denominada de “OAB de Verdade”, corre contra o tempo para evitar ficar fora da eleição.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>