Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Misoginia no PCdoB? Rubens Jr e Márcio Jerry recebem R$800 mil do partido, mulheres ficam sem nada

28 de agosto de 2018 : 15:49

O PCdoB está praticando algo que merece uma reflexão. Os candidatos a deputado federal Márcio Jerry e Rubens Júnior já receberam R$400 mil cada um do diretório nacional, enquanto isso, as duas candidatas ao mesmo cardo de deputadas federais Andrea Alves e Meire Madeira não receberam nada do partido. No mínimo, a postura dos comunistas sugere que as duas candidatas estão apenas cumprindo tabela ou então fica claro que existe um sentimento de misoginia na sigla.

A situação chama atenção de como as mulheres estão sendo tratadas pelo PCdoB, ou seja, fica claro que a prioridade do partido é somente eleger os representantes do sexo masculino. Porém, algo diferente não poderia ser esperado, uma vez que ainda no começo do ano o presidente do partido, Márcio Jerry, declarou ao jornal O Imparcial, que os comunistas tinham objetivo de eleger dois deputados federais.

O presidente em exercício do PCdoB do Maranhão, Egberto Magno, foi procurado e explicou que o dinheiro foi destinado para os “candidatos mais competitivos”, desta forma nem Andrea Alves e Meire Madeira vão ser contempladas com qualquer repasse do diretório nacional.

Os candidatos a deputado estadual do PCdoB também ainda não receberam nenhum repasse do diretório nacional. O candidato a governador Flávio Dino, tratado como prioridade recebeu R$4 milhões.

4 comentários em “Misoginia no PCdoB? Rubens Jr e Márcio Jerry recebem R$800 mil do partido, mulheres ficam sem nada”

  1. 12 meses atrás  

    o PP, por exemplo, Ildon Marques e Paulo Marinho Júnior não receberam nada. No PCdoB, as mulheres ficaram fora da partilha do fundo eleitoral. No PSDB, Madeira ainda não foi contemplado. Assim como no PR

  2. 4 meses atrás  

    não receberam nada do partido. No mínimo, a postura dos comunistas sugere que as duas candidatas estão apenas cumprindo tabela ou então fica claro que existe um sentimento de misoginia na sigla

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>