Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

PT deve lançar candidatura própria ao Senado e não coligar com o PCdoB

14 de Maio de 2018 : 10:00

O PT segue insatisfeito com a ausência da chapa majoritária do governador Flávio Dino (PCdoB). Agora cogita-se o lançamento de uma candidatura própria ao Senado e não coligação com o PCdoB. Para discutir essa situação, a presidenta Nacional do PT, Gleisi Hoffmann, reúne nesta terça-feira (15), os parlamentares Zé Carlos, Zé Inácio, Honorato Fernandes e os membros do Diretório Nacional Raimundo Monteiro, Patrícia Carlos e Marcio Jardim para discussão do Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE), em Brasília, o qual irá alinhar a tática eleitoral do partido, no Maranhão.

De acordo com informações obtidas com petistas, a estratégia visa fortalecer o partido, mas o governador Flávio Dino não será abandonado, apenas não terá mais o PT na coligação e o tempo de tv do partido. “O PT estuda sair sozinho: ter candidatos a deputados estaduais, federais e obviamente a candidatura ao Senado. Não vamos lançar candidato ao governo, vamos votar com Flávio Dino. Infelizmente ele perderá nosso tempo de televisão”, explicou um petista.

Procurado para comentar o assunto, o presidente Augusto Lobato disse que estava doente e acamado, por isso não tinha tempo e nem paciência para conversar. Por conta de seu estado de saúde, ele deve ser ausência na reunião com a executiva do PT.

Inclusive, a postura de Augusto Lobato vem irritando a direção nacional e os próprios companheiros locais, que entendem a necessidade do PT ter voz mais ativa no processo eleitoral e não apenas um partido apêndice do PCdoB.

Em contato com Márcio Jardim, ele confirmou a informação de lançar a candidatura própria ao Senado de forma isolada. O PT condicionará a sua participação na coligação que disputará a reeleição do governador Flávio Dino, desde que participe da sua chapa majoritária.

O que o PT planeja fazer é possível legalmente, o advogado especialista em direito eleitoral, Carlos Sérgio Barros explicou que não é raro acontecer isso e vários partidos chegam a montar esse tipo de estratégia.

2 comentários em “PT deve lançar candidatura própria ao Senado e não coligar com o PCdoB”

  1. Cunha

    2 semanas atrás  

    Deveria (coligar-se) lançar uma chapa completa com BRAIDE candidato a governador.Sou PTista desde 1986,mas não voto no FD “nem que a vaca tussa”.Se o PT maranhense não tivesse um presidente tão covarde…

  2. Junior Abreu

    2 semanas atrás  

    Faz muito bem. Voto Dino, mas não engulo essa candidatura da golpista ao senado.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>