Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Alckmin manda recado: “nós extinguimos a capelania, não existe mais em São Paulo”

5 de maio de 2018 : 07:43

Colocando o estado de São Paulo no rumo do desenvolvimento e do progresso, Geraldo Alckmin (PSDB), agora almeja chegar a presidência da República. Em sua passagem pelo Maranhão, o presidenciável falou sobre a necessidade de movimentar a economia, dobrar a renda do brasileiro e industrializar o Maranhão. Porém não perdeu a oportunidade de falar de gestão pública e revelou que em seu estado não existe mais cargo de Capelão da Polícia Militar.

Questionado pelo estudante Saddam Hussein Nunes, qual era o efetivo da Polícia de São Paulo e quantos capelães existiam no estado, Geraldo Alckmin explicou: “nós extinguimos a capelania, não existe mais em São Paulo. Temos 84 mil policiais militares e mais polícia civil e científica em torno de 30 e poucos mil, dá um total de quase 130 mil”.

A resposta de Geraldo Alckmin foi uma claro recado ao governador Flávio Dino (PCdoB), que vem sendo denunciado por suposta prática de aparelhamento da Polícia Militar em favor da Igreja Assembleia de Deus.

Após sua resposta, o ex-governador de São Paulo foi muito aplaudido pelos que estavam presentes no debate com os universitários no UniCeuma.

 

2 comentários em “Alckmin manda recado: “nós extinguimos a capelania, não existe mais em São Paulo””

  1. Pedro eufrasio da silva

    5 meses atrás  

    Geraldo alckmin é hoje o candidato mais preparado e competente para ser presidente da República, por motivos diversos já administrou o orçamento de São Paulo que é relativamente igual a de um pais, além disso um homem sério que não se faz candidato com piadas idiotas, tem caráter e pulso firme que nos dá a segurança de que podemos ter um país melhor.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>