Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Site Ucho.Info destaca traição de Flávio Dino em relação a Waldir Maranhão

10 de abril de 2018 : 08:02

O site de cobertura nacional da política Ucho.Info trouxe um texto bem contundente da postura do governador Flávio Dino (PCdoB) em relação ao deputado federal Waldir Maranhão (PSDB). De acordo com o informativo, o comunista praticou um ato de traição contra o pré-candidato ao Senado.

No apagar das luzes da janela partidária, que terminou na última sexta-feira (6), o deputado federal Waldir Maranhão manteve até os últimos instantes a esperança de filiar-se ao PT, partido pelo qual pretendia concorrer ao Senado Federal. Correndo contra o relógio, Waldir viu seu outrora aliado apunhalá-lo. Flávio Dino, um comunista convicto, acionou a ala mais radical do PT para impedir a filiação de Maranhão.

O site ainda conta a história recente da relação entre Flávio Dino e Waldir Maranhão. Em 2010, meses antes das eleições daquele ano, Dino, em rápida reunião no lobby de um hotel da capital paulista, implorou a Waldir apoio para derrotar o clã na Sarney na corrida ao Palácio dos Leões, sede do Executivo maranhense. Flávio pode até negar os fatos, mas há testemunha que presenciou o encontro e assistiu à decisão de Waldir Maranhão de apoiar o comunista contra Roseana Sarney. Por pouco Dino não destronou o “sarneysismo”.

Corria o ano de 2016 quando Flávio Dino atuou rapidamente nos bastidores para mandar pelos ares a sessão da Câmara dos Deputados que sacramentou o impeachment da petista Dilma Rousseff. Para conseguir tal feito, Dino contou com Waldir Maranhão, que na ocasião respondia pela presidência da Câmara.

Na política, proezas desse naipe exigem contrapartidas. E Waldir teve a promessa de que Dino o apoiaria em seu projeto político de chegar ao Senado. O tempo passou e o governador maranhense mostrou sua verdadeira face.

Confira na íntegra o texto do site Uncho.Info.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>