Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

PGR diz não haver provas de corrupção contra Waldir Maranhão em processo da Lava Jato

12 de Abril de 2018 : 17:51

O pré-candidato ao Senado, Waldir Maranhão (PSDB), garantiu uma importante vitória. A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, disse não ter encontrado provas de repasse de R$2,7 milhões ao parlamentar e mais seis deputados nas eleições de 2010.

A PGR pediu a Edson Fachin que a investigação contra Waldir Maranhão e demais deputados seja arquivada. Fachin é o relator do inquérito, com origem na Lava Jato, que investiga supostos pagamentos da Queiroz Galvão a membros do partido.

O pedido de Dodge também beneficia Mário Negromonte Júnior, Eduardo da Fonte, Aguinaldo Ribeiro, Simão Sessim, Roberto Balestra e Jerônimo Goergen.

As informações são do site Antagonista.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>