Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Rubens Pereira Júnior ganha força para ser o vice de Flávio Dino; Marcelo Tavares segue cotado também

Com a definição de que Carlos Brandão não será mais o candidato a reeleição de vice-governador, Rubens Pereira Júnior (PCdoB) é o nome que ganha mais força, para a indicação ao cargo. A articulação envolve claro, o pai, Rubens Pereira, membros do PDT, entre eles Weverton Rocha e os próprios comunistas. Porém ao contrário do que se imaginava, o deputado federal não trocará de partido para disputar a eleição.

O governador Flávio Dino (PCdoB), certo de que será reeleito não quer permitir que seu vice seja de outro partido que não seja da tendência de esquerda e muito menos não ser de sua extrema confiança, por isso Rubens é um dos nomes ideais e permaneceria no PCdoB.

A escolha de Rubens também é vista por bons olhos por parte de Márcio Jerry (PCdoB), que vai concorrer a Câmara Federal e poderia se tornar o único com chances de obter vitória pelo partido.

Apesar de avançar a passos largos a articulação em favor de Rubens Pereira Júnior, o Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB), também segue cotado para o cargo, afinal as chances de Zé Reinaldo Tavares (sem partido), ficar fora da chapa majoritária são grandes. Outro fator que favorece o socialista é que sua volta a Assembleia Legislativa poderia trazer uma disputa interna pela presidência e hoje, Othelino Neto (PCdoB), está muito bem consolidado no comando do parlamento.

%d blogueiros gostam disto: