Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Grupo Flávio Dino começa a descartar deputado Waldir Maranhão

1 de fevereiro de 2018 : 07:01

Em 2016, quando o governador Flávio Dino (PCdoB), precisou, o deputado federal Waldir Maranhão (naquela época no PP), passou a ser o seu principal aliado na Câmara Federal, exibido como uma espécie de troféu quer seja pelo próprio Flávio Dino, quer seja pelo PT.

Menos de dois anos após a aproximação do comunista ao parlamentar, a situação é completamente diferente. Pré-candidato ao Senado Federal, o ex-reitor da UEMA começa a ser descartado pelo Grupo Flávio Dino e parece que aquele troféu exibido com orgulho, agora já não tem mais valor.

Na última terça-feira (30), uma reunião reuniu representantes de 12 partidos – PDT, PCdoB, PSB, PT, PTB, PPS, PROS, PTC, SD, PP, DEM e PR – que apoiam o projeto de reeleição do governador Flávio Dino. Em release distribuído ainda foi informado que apenas duas legendas faltaram e tiveram suas ausências justificadas, estas foram o PEN e o PRB.

Diante da informação, este jornalista questionou a ausência de Waldir Maranhão (Avante) ao encontro. Em resposta o pré-candidato ao Senado, respondeu: “Não fui convidado”. Sem se estender em relação ao assunto, o deputado federal apenas fez essa declaração diante do que está acontecendo.

Porém não é de hoje que ocorre um distanciamento de Flávio Dino em relação ao Waldir Maranhão. Esse processo já vem sendo iniciado e o descarte já está claro. Porém vale lembrar que o comunista possui uma dívida com o deputado federal, quando em 2016, o governador expôs nacionalmente o então presidente da Câmara Federal.

Por conta de sua postura e por um plano arquitetado por Flávio Dino, Waldir Maranhão perdeu o comando do PP, consequentemente teve de deixar a legenda e sua relação com o Governo Federal foi totalmente prejudicada. O pré-candidato ao Senado assumiu um lado e teve coragem de ir para o enfrentamento, agora Flávio Dino o descarta como se não lembrasse de nada do que ocorreu no recente ano de 2016.

Essa postura do governador é corriqueira, basta lembrar de Márcio Jardim (PT) que balançou bandeira e usou sua campanha em 2014 para defender o 65. O petista foi exonerado do governo, após uma negociação envolvendo o PP, considerado por Flávio Dino um partido golpista.

Enquanto isso, Waldir Maranhão como um soldado continua em campo acreditando no cumprimento da palavra do governador Flávio Dino, mas com certeza na cabeça do comunista e demais aliados o descarte é certo, e toda a dedicação e exposição feita pelo pré-candidato ao Senado Federal ficará somente no passado, ou seja, no esquecimento.

2 comentários em “Grupo Flávio Dino começa a descartar deputado Waldir Maranhão”

  1. Melo

    7 meses atrás  

    O povo adora a traição. Mas odeia os traidores! Na hora certa o velho Waldir Maranhão dará o troco, pois foi enganado e traído pelos comunistas, fica também a lição para outros deputados que estão próximos a Flávio Dino. Quem nesse Maranhão não sabe, que, o projeto que eles “comunistas” tem para com Eliziane Gama, é só acabar com ela, para o caminho da prefeitura da capital ficar livre, pois todos sabem que uma vaga para o senado é de Sarney Filho, e a outra estão preparando para Weverton Rocha, só não vão apoiar o Waldir, ou o Zé Reinaldo, pelo fato deles poderem ultrapassar Weverton. Cuidado Eliziane, pois os comunistas querem você sem mandato.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>