Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Eliziane Gama descarta intervenção nacional no PPS e aliança com Roberto Rocha

Especula-se no meio político maranhense que Roberto Rocha (PSDB), possa atrair para sua pré-candidatura ao governo, os partidos PPS, PTB e PSB por conta de uma articulação nacional que envolve a disputa pelo governo de São Paulo e o presidenciável, Geraldo Alckmin (PSDB). Porém, pelo menos no PPS essa articulação está descartada, pelo menos é o que garante a presidente Eliziane Gama (PPS). A pré-candidata ao Senado, garante que não vai haver intervenção nacional e que seu partido não vai com o tucano.

“Quem decide no Maranhão, a aliança que o PPS vai seguir é o diretório estadual, não existe outra história”, declarou Eliziane Gama. Não é a primeira vez que a deputada federal descarta uma aliança com Roberto Rocha, apesar de muito já ter sido especulada essa história. 

Eliziane Gama tem a convicção que será a escolhida para ser a segunda candidata ao Senado do governador Flávio Dino (PCdoB).

Caso consolide a não aliança entre PPS e PSDB, a deputada federal dará o troco em Roberto Rocha, que em 2016, após ouvir uma negativa para se filiar ao PSB, retirou o apoio do seu partido a candidatura de Eliziane Gama a Prefeitura de São Luís e garantiu a Wellington do Curso (PP).

%d blogueiros gostam disto: