Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

A calmaria política que Flávio Dino vive é prenúncio de tempestade

18 de fevereiro de 2018 : 08:29

Atualmente, Flávio Dino (PCdoB) navega em mares calmos, voa em céu de brigadeiro e demonstra total certeza na reeleição ainda no primeiro turno dia 7 de outubro de 2018. O governador do Maranhão vive um dos melhores momentos, ainda com as atividades retomando ao parlamento e o povo anestesiado pelo carnaval, o comunista vive a tranquilidade de quem “alcançou” mais de 60% em pesquisa e possuir 14 partidos aliados. Porém, vale a máxima, toda calmaria é prenúncio de tempestade.

O uso do conhecimento popular, especialmente daqueles que navegam pelos mares, não é uma torcida deste jornalista, mas sim uma constatação do que o governador Flávio Dino está a prestes a viver e aqui não faço futurologia.

O arco de aliança comunista montado em uma base de 14 partidos – PCdoB, PDT, PT, PSB, PPS, PP, PRB, SD, PTB, PTC, PROS, DEM, PR e PEN – é completamente instável, muito parecido a um terreno arenoso e qualquer fluxo de saída de legendas pode virar um efeito dominó.

O primeiro ponto mais importante para Flávio Dino é a questão da escolha do senador. Após optar por Weverton Rocha ainda em dezembro, quando o próprio “botou uma faca no pescoço” do comunista e exigiu a indicação, o governador agora vive o dilema do que fazer com os descontentes, após o anúncio do segundo nome, que deve ser Eliziane Gama (PPS).

Zé Reinaldo Tavares (sem partido) e Waldir Maranhão (Avante), já deixaram claro que vão até o fim com suas pré-candidaturas, ou seja, vão concorrer ao Senado em quaisquer circunstância. Nesses dois nomes moram a primeira grande turbulência a vir a ser sofrida por Flávio Dino e ambos o podem levar a derrocada.

Tanto Tavares quanto Maranhão, já não escondem que conversam e já articulam com outros pré-candidatos ao governo, principalmente em um eixo que circunda entre Roberto Rocha (PSDB) e Eduardo Braide (PMN). É nos dois que está o maior medo de Flávio Dino, pois o comunista possui as armas prontas e apontadas para Roseana Sarney (MDB), mas seu discurso provinciano, não o permite ir para um embate além da dicotomia Sarney vs Anti-Sarney.

No cenário nacional, a disputa presidencial será uma das mais disputadas da história com ou sem Lula, e para Flávio Dino, sem o ex-presidente seria um cenário muito melhor. Afinal facilitaria mais uma vez o palanque múltiplo com um outro nome do PT, Manuela D´avila do PCdoB, Ciro Gomes do PDT e até Fernando Collor do PTC, além de outros que poderiam surgir.

Mas é na disputa entre direita e esquerda que esgarça a base aliada de Flávio Dino. Contando com vários partidos golpistas, o comunista pode presenciar a saída de um grupo de legendas que possuem obsessão por chegar a presidência como o caso do DEM e outro que pode fazer composições como PP, PTB, PR e outros. Os citados são os de maiores de peso, que representariam tempo e fundo partidário.

É prevendo esse cenário turbulento que Flávio Dino se utiliza de velhas práticas como uso de estruturas midiáticas e pesquisas questionáveis, assim como criticou sua antecessora. Para passar uma sensação de calmaria, tranquilidade e tudo favorável.

Ao divulgar os mais de 62% nas pesquisa Data Ilha/Tv Difusora registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo 06345/2018, o comunista tem apenas um interesse: mostrar a classe política que é com ele que devem seguir.

Mas como boa parte dos políticos, Flávio Dino esquece que o jogo político para sair perfeito tem que combinar com os eleitores e não só os “representantes do povo”. E assim como os maranhenses deram um “sim” para el 2014, o “não” parece ser algo bem real diante da realidade de um estado que parou no tempo ao não promover geração de emprego e renda, estagnando a economia e habilitando mais de 300 mil maranhenses para condição de extrema pobreza nos últimos três anos.

A maior das turbulências será quando ficar evidente que os mais de 60% apontados em pesquisas não passam de um “castelo de areia”.

No fim, Flávio Dino pode até sobreviver as intempéries que estão por vir, mas uma reeleição certa, garantida e ainda no primeiro turno foge de qualquer possibilidade da realidade maranhense.

17 comentários em “A calmaria política que Flávio Dino vive é prenúncio de tempestade”

  1. CINDY MACEDO

    1 ano atrás  

    Tá legal, mãe Diná do Maranhão!!

  2. Virgínia Lauande

    1 ano atrás  

    Não vejo essa “tranquilidade” ancorada apenas em pesquisas fajutas. Não vejo esse céu de brigadeiro quando a qualquer momento pode deixar de ser represado no TRF1 os processos do escândalo da Secretaria de Saúde que dizem estar por uma fio pra voltar para a Justiça Federal do MA. Não se vislumbra nenhuma tranquilidade sem o Palácio dos Leões ter dinheiro pra celebrar o célebres Convênios e pagar emendas que muitos prefeitos estão aguardando. Não vejo tranquilidade eleitoral com asfaltos sonrisal, escolas indignoas, aluguéis camaradas, apreensões desproporcionais de veículos para a Vip Leilões de sócios dos comunistas faturarem dinheiro do povo etc., etc., etc.

  3. Dos Anjos

    1 ano atrás  

    Tu é muito fraco nas tuas previsões, ou talvez é uma torcida que tu fazes. Prefiro acreditar que tudo vai dá certo, até pq quem ganha com isso é o estado do Maranhão, temos que torcer sempre pelo melhor cenário para o governo do Estado.

  4. Jesiel Marinho

    1 ano atrás  

    Kkkkk
    Fala muita besteira.
    Parece comédia de barzinho….
    Como q alguém ainda leva a sério?

  5. Geo

    1 ano atrás  

    Esse blogueiro sabe tudo. Tem os números da mega?

  6. Benevaldo

    1 ano atrás  

    Sarney nunca mais, Chega de escravidão!!.

  7. Mayana Lopes

    11 meses atrás  

    É muito triste olhar a mídia tentando ludibriar os seus telespectadores, deveriam ter vergonha. Não estou aqui em defesa de político algum, mas em defesa de nossos direitos, enquanto cidadãos, por isso o slogan ” Fora Família Sarney”, nunca foi tão vislumbrado e real.

  8. Carlos

    11 meses atrás  

    O povo maranhense tem que criar vergonha na cara e não votar nesse indivíduo Maranhão um estado falido Rodovia péssima TD defasado por conta desses políticos que só pensa no bolso dele.

  9. Socorro

    11 meses atrás  

    Concordo com alguns comentários, precisamos torcer pelo melhor do Maranhão, estamos vendo que Dino está fazendo um bom trabalho e voto nele novamente, vamos que vamos.

  10. 10 meses atrás  

    Fala serio. Seja menos parcial. Ta ridiculo essa mania doentia de perseguir o governo quando o Maranhão e o mundo percebem as mudanças e os avanços. Quem quiser romper aliança com o governo que rompa. Nos vitaremos em Flavio Dino em qualquer circunstância.

  11. J N P

    9 meses atrás  

    Deus vai livrar o povo maranhenses de mais quatro anos com este governo apático, sem conhecimento para trazer verbas para o nosso estado para realização de grandes obras, só ta enrolando o povo com reformas de escolas e hospitais, as upas nao tem mais nada o povo terceirizado sem salários, e só na migue lage, cade o turismo? cade a cultura? não tem mais nada o estado ta estagnado.

  12. Raphael

    9 meses atrás  

    Os caras que falam que esse governo está fazendo tão de brincadeira só pode.

  13. Roberto

    9 meses atrás  

    Não é só a Vip q tá roubando a gente, lá no Teatro Arthur Azevedo , o diretor não repassa o dinheiro da bilheteria para a Secma, gastando em festas e pra ele mesmo com a conivência do Secretário de Cultura. Este é só mais um caso deste governo de Flávio Dino.

  14. 8 meses atrás  

    O governo Dino é o melhor Governo da História do Maranhão. .
    Apenas aceitem..
    Essa história de direita ou esquerda é coisa de gente que gostaria de estar ao centro. ..
    Avante Maranhão o governo atual investiu na educação como nenhum outro. ..
    Sou estudante e digo que a classe do protagonismo do estado está sim com o governo do estado

  15. Mauro dias

    8 meses atrás  

    Não vejo nada mudando no mandato desse comunista

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Conversa Franca

Enquetes

Em quem você votaria para prefeito de São Luís?

  • Ivaldo Rodrigues (30%, 9.158 Votes)
  • Wellington do Curso (27%, 8.158 Votes)
  • Osmar Filho (20%, 6.179 Votes)
  • Yglesio Moyses (7%, 1.982 Votes)
  • Felipe Camarão (4%, 1.306 Votes)
  • Duarte Júnior (4%, 1.245 Votes)
  • Eduardo Braide (2%, 744 Votes)
  • Pastor Silvio Antonio (1%, 321 Votes)
  • Adriano Sarney (1%, 238 Votes)
  • Allan Garcêz (1%, 164 Votes)
  • Neto Evangelista (1%, 158 Votes)
  • Bira do Pindaré (0%, 101 Votes)
  • Outro (0%, 93 Votes)
  • Não sei (0%, 67 Votes)
  • Pedro Lucas Fernandes (0%, 65 Votes)
  • Fábio Câmara (0%, 49 Votes)
  • Márcio Jerry (0%, 42 Votes)
  • Helena Duailibe (0%, 41 Votes)
  • Astro de Ogum (0%, 31 Votes)
  • Zé Inácio (0%, 27 Votes)
  • Estevão Aragão (0%, 16 Votes)

Total Voters: 30.185

Carregando ... Carregando ...

Contato

Mande sua sugestão de conteúdo
E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
WhatsApp: (98) 99112 5406