Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

PT de São Luís realiza ato de filiação de jovens universitários

8 de janeiro de 2018 : 16:04

Na manhã desta segunda-feira (08), militantes e lideranças do Partido dos Trabalhadores do Maranhão estiveram reunidos em um ato de filiação de jovens universitários, realizado na sede do Diretório Municipal do Partido.

O ato contou com a presença de militantes e lideranças políticas da legenda, como o presidente do PT do Maranhão, Augusto Lobato, o presidente do PT de São Luís, vereador Honorato Fernandes, o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Maranhão, Mário Macieira, o ex-secretário estadual de Esporte e Lazer (Sedel), Márcio Jardim, o presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), Lawrence Melo Pereira e o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão.

Durante o ato, o presidente do PT de São Luís, vereador Honorato Fernandes deu boas-vindas aos novos militantes, ressaltou a articulação feita pela juventude petista, responsável pela filiação dos jovens universitários, destacando a relevância do ato, diante do atual contexto de ataque e desmonte do Estado brasileiro promovido por Temer.

“Quero dizer da minha satisfação com este ato que está sendo realizado hoje, de trazer novos filiados para o PT de São Luís. Articulação esta feita pela juventude do PT, cuja relevância precisa ser destacada, tendo em vista o momento muito delicado pelo qual o nosso país passa. Momento de intenso desmonte dos programas sociais implementados pelos governos petistas, através dos quais, milhões de brasileiros puderam ter acesso à educação, água, moradias populares e tantas outras ações que trouxeram mais qualidade de vida e esperança para o povo brasileiro”, disse Honorato, reafirmando ainda o apoio do partido ao projeto de reeleição do governador Flávio Dino.

“Hoje, a grande missão dos novos filiados é ajudar a defender o legado dos governos de Lula e Dilma e ajudar a reeleger o governador Flávio Dino. Nós temos sim, enquanto partido, esse compromisso, por acreditar que o governador Flávio Dino é alinhado com os nossos ideais”, afirmou o presidente do PT de São Luís.

O processo de acirramento de luta política dos últimos anos, viabilizado por um sentimento de revolta das classes dominantes com a ascensão econômica de classes sociais mais pobres foi um ponto frisado pelo presidente do PT do Maranhão, Augusto Lobato, que pontuou ainda a importância dos novos militantes petistas no processo de desconstrução desse quadro.

“A conjuntura atual está marcada por uma acirrada luta de classes imposta pela direita e uma das principais frentes de enfrentamento do PT hoje é justamente contra esse fenômeno. Ter sangue novo e jovem fortalecendo a nossa luta é motivo de grande alegria para nós”, afirmou.

Recém-filiado ao PT, o presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), Lawrence Melo Pereira, afirmou que os novos filiados renovam a esperança do partido e fortalecem a luta pela manutenção do Estado democrático de direito, pelas liberdades individuais e o poder de participação popular nas decisões políticas nacionais.

“Nossa esperança se renova com os novos filiados que agora somam conosco na luta não apenas em defesa do direito do nosso ex-presidente Lula ser presidente novamente, mas em defesa da sociedade brasileira ter liberdade, para através do voto, escolher o melhor caminho para o nosso país. Essa é a principal luta travada hoje por nós, diante desse trágico cenário, no qual a direita não suporta mais lutar contra qualquer ideologia contrária e, por isso, tenta impor a sua, através do suicídio eleitoral da sociedade brasileira”, destacou o petista presidente da MOB.

Finalizando o ato, alguns dos novos filiados relataram como se deu o processo de decisão pela filiação. Dentre eles, o estudante do curso de História da UEMA, Marcos Vinícius Soares, que pontuou a promoção da justiça social e da igualdade de oportunidades como legados dos governos petistas e como justificativa para sua filiação.

“A figura do Lula representa a mudança de realidade do pobre que não conseguia ingressar em uma universidade pública, do pai de família que pôde complementar sua renda com o Bolsa Família, tirando das ruas seus filhos, que outrora deixavam de ir para a escola para trabalhar, pois precisavam ajudar no sustento da casa. Por isso, por acreditar na efetividade das politicas participativas do governo de Lula e para dar continuidade às lutas ensejadas pelo PT, que eu decido, hoje, pela minha filiação ao Partido dos Trabalhadores”, afirmou o estudante.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>