Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

“Não tenho do que me arrepender” afirma Pedro Fernandes após veto de Sarney

Pedro Fernandes (PTB) reafirmou a versão contada pelo jornal O Estado de São Paulo em relação ao veto do ex-presidente José Sarney a sua ida ao Ministério do Trabalho. No entanto de forma bem objetiva, ele respondeu ao ser questionado como se sentia, após o desenrolar da história: “não tenho do que me arrepender”. Dando a entender que faria tudo da mesma forma, caso fosse necessário.

Atualmente, Pedro Fernandes que foi secretário do governo de Roseana Sarney em várias oportunidades, agora está alinhado ao projeto de Flávio Dino (PCdoB), tanto que tem o filho, Pedro Lucas Fernandes (PTB), como titular na Agência Metropolitana. Por isso, não teria aceitado conversar com José Sarney.

Questionado sobre apoiar Flávio Dino, Pedro Fernandes também deixou em dúvida essa possibilidade ou pelo menos quis despistar: “cada dia com sua agonia”. 

Pedro Fernandes vai demonstrando que no atual momento é muito melhor estar com a Agência Metropolitana do que com o Ministério do Trabalho.