Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Zé Inácio pede a Secretaria de Segurança do Estado que investigue ataque a sede estadual do PT

O deputado Zé Inácio subiu à tribuna da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (06) para pedir que a Secretaria de Segurança Pública do Estado tome providências a respeito do ataque de vândalos a sede estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), ocorrido na madrugada do último dia 02 deste mês. Na faixada do prédio podiam ser vistas pichações em apoio e defesa ao Deputado Jair Bolsonaro.

Zé Inácio caracterizou o ato como “uma ação antidemocrática, uma ação criminosa, uma ação fascista, uma ação que nós que defendemos a democracia, só temos que repudiar atos criminosos dessa natureza que vão contra a liberdade de opinião”.

O parlamentar disse ainda que os vândalos que atacaram a sede do PT são disseminadores de ódio, da intolerância e do preconceito no país, são saudosistas do regime militar que não aceitam a livre manifestação de pensamento.

O deputado disse que atos como esse não intimidarão o PT, “atos como esse não nos intimidam, pelo contrário, só reafirmam a nossa posição de ter a cada dia mais firmeza de defender as bandeiras de luta que o PT sempre defendeu para que o nosso país não conviva mais com retrocessos, como foi na época do Regime Militar, dos retrocessos e do perigo que significam candidaturas aventureiras para comandar o Brasil. Atos como esses caracterizam de forma muito clara o que significam os riscos que nós possamos ter com candidaturas aventureiras, tipo essa do Jair Bolsonaro. ”.

Zé Inácio finalizou com uma crítica a União da Direita Maranhense (UDM), que apoia a candidatura de Jair Bolsonaro para presidência do Brasil. “Eles disseminam muito mais ódio do que esperança, e nós não disseminamos ódio, disseminamos esperança de ter um estado cada vez melhor e um país cada vez melhor para todos os brasileiros”, disse.

A presidência estadual do PT no Maranhão já registrou o ocorrido junto a polícia militar.