Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Suplente de Roberto Rocha, Pinto Itamaraty diz que seguirá leal a Carlos Brandão

Em uma tentativa desesperada de se manter na presidência do PSDB no Maranhão, após o pedido de intervenção do ex-presidente Sebastião Madeira, Carlos Brandão reuniu tucanos na manhã desta quarta-feira (1), em uma casa de eventos de São Luís. Na oportunidade estiveram presentes diversos membros, porém ganhou destaque a fala do suplente do senador Roberto Rocha, Pinto Itamaraty, que na oportunidade declarou que vai seguir apoiando o atual diretório estadual.

Pinto Itamaraty fez a seguinte fala: “Esse projeto (do PSDB com o PCdoB) foi formatado pelo governador Zé Reinaldo Tavares. Depois veio o governador Flávio Dino, Roberto Rocha e o Brandão, que garantiram a vitória em 2014. Eu tenho sido leal e nesse momento, jamais, poderia deixar de estar com o Brandão. Que é um projeto maior que é o projeto do PSDB. Não é correto nesse momento brigarmos”.

Com a declaração, o suplente do senador Roberto Rocha que chegou a assumir por quatro meses no final de 2016 e inicio de 2017, já declarou posição e não vai acompanhar o seu companheiro de mandato.

Vale lembrar que Pinto Itamaraty conseguiu emplacar o filho, Pintinho Itamaraty, em uma Secretaria adjunta de Indústria e Comércio. Porém, caso Roberto Rocha venha ganhar o governo em 2018, o próprio Pinto será beneficiado e assumirá o mandato por quatro anos.

O encontro do PSDB ainda contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista; deputado estadual Marcos Caldas; vereadores de São Luís, Gutemberg Araújo e Josué Pinheiro; prefeitos Luís Fernando, Magrado, entre outros.