Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Senador Cristovam Buarque anuncia que pode disputar presidência da República

G1

Ex-governador do Distrito Federal, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) subiu à tribuna do Senado nesta segunda-feira (13) para anunciar que, a partir de dezembro, vai se licenciar por quatro meses para circular o país e avaliar uma eventual candidatura à Presidência da República.
A um plenário praticamente vazio, com somente 4 senadores, o parlamentar explicou que pretende viajar pelo Brasil para “ouvir o povo” a respeito de uma possível candidatura presidencial na eleição de 2018. Cristovam disse que analisa a possibilidade de pleitear a indicação para disputar o Palácio do Planalto pelo PPS.

Se Cristovam se licenciar do mandato no mês que vem, o suplente dele, Wilmar Lacerda (PT-DF), deverá assumir a cadeira de senador. Com isso, a bancada do PT – que atualmente tem 9 parlamentares –, ficará com 10 senadores ao longo dos 120 dias da licença do parlamentar do PPS.
“Eu creio que eu tenho condições de dizer como é que eu penso, se o meu partido me escolher, que o Brasil pode retomar coesão e definir um rumo para o seu futuro. Mas, para isso, eu vou precisar convencer os militantes do meu partido e ouvir o povo. E, para fazer essa audição junto à população, eu vou precisar viajar”, justificou Cristovam ao anunciar a licença temporária do Senado.

O senador do Distrito Federal disse ainda que vai tirar quatro meses de licença porque é esse o período previsto no regimento do Senado. E explicou que, ao se licenciar, permite que o suplente assuma a vaga temporariamente sem deixar o DF com um representante a menos.