Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Falta um novo nome, falta um Hilton Gonçalo para disputa eleitoral de 2018

Parece que o maranhense vive a década de 90 ou o inicio dos anos 2000, todos os nomes apresentados para a disputa do governo são os mesmo que há anos ocupam os espaços políticos no Maranhão. Dino, Rocha, Sarney e Murad se digladiam para voltar a ocupar o Palácio dos Leões. Porém falta um novo nome e o único que demonstra ter essa coragem vem lá de Santa Rita, trata-se de Hilton Gonçalo.

O médico é exatamente o contrário de praticamente 90% dos políticos do Maranhão, afinal a ascensão profissional de Gonçalo não foi por conta de cargos políticos ou indicações. Ainda jovem, oriundo de Pastos Bons, o jovem Hilton ingressou na UFMA para cursar medicina. Logo após a conclusão passou na residência do Hospital Santa Marcelina em São Paulo, mas decidiu voltar ao seu estado para concluir a especialização em cirurgia geral e logo foi aprovado no Hospital Universitário.

Após essa trajetória acadêmica ingressou no serviço público e se tornou médico do Maranhão e de São Luís, através de concurso público. Dando prosseguimento a sua carreira de conquistas através da meritocracia.

Conhecedor da realidade do Maranhão e inconformado com as mazelas do estado, Hilton Gonçalo decidiu começar a transformar a vida das pessoas começando por Santa Rita. Na pequena cidade as margens da BR-135, praticamente zerou o déficit habitacional, trouxe água encanada para as residências, melhorou a educação e ganhou uma nota acima da média estadual, gerou emprego e renda.

Com estes exemplos, Hilton Gonçalo surge como a verdadeira opção de trazer um novo nome para a disputa estadual. O prefeito não é confundido com oligarquias nem no executivo, legislativo e judiciário, afinal sua família optou sempre pelo caminho da meritocracia do que pela fácil da ascensão promovida pelo “QI” da política.

O Maranhão precisa de um novo nome, o Maranhão merece um Hilton Gonçalo…