Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Candidato do CREA, Paulo Rogério intensifica campanha e pede sugestões nas redes sociais

O candidato à presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (Crea-MA), Paulo Rogério intensifica  campanha durante essa semana  com algumas lideranças do Sistema  e  apresenta suas propostas para uma gestão inovadora no comando da autarquia. Ele tem utilizado redes sociais para mostrar o que pretende fazer caso seja eleito.

Além de propostas, o postulante também divulga o dia a dia da campanha e pede sugestões dos seguidores e apoiadores da campanha. Durante suas visitas, conquistou um importante apoio, da renomada engenheira civil, Luciana Soares.

Nas redes sociais, é notório acompanhar alguns passos do Paulo Rogério,  onde publicou uma foto em que esteve com os professores, técnicos e formandos de Engenharia Civil da Faculdade Pitágoras, ao laboratório de solos e concreto da empresa Azevedo Engenharia, do engenheiro civil, empresário  e professor Nicanor Azevedo Filho.

“Fazer parcerias com as entidades de classe, universidades de Engenharia e Agronomia, buscando sempre o aprimoramento do exercício profissional dos associados. É uma das nossas propostas para CREA-MA”, declarou.

Paulo Rogério divulgou um vídeo, convidando os eleitores aptos a votarem na eleição do Crea a conhecer um pouco mais sobre a sua história. “Vote em Paulo Rogério para presidente.  Creia! Um novo Crea vem aí!”, declarou.

PROPOSTAS INOVADORAS   

Algumas das propostas já foram disponibilizadas em sua página no Facebook. O candidato quer desenvolver e aprimorar as ferramentas e processos operacionais que possam viabilizar uma gestão participativa, democrática e transparente. Além disso, caso seja eleito, pretende reformular o Regimento Interno do Conselho, adaptando-o para os novos tempos. Ele afirma que de todas as propostas uma é a mais importante de todas: ouvir as pessoas.

“Tenho procurado trabalhar nas mais diversas áreas, mas há muito para fazer, principalmente em questões relacionadas à transparência. De todas as propostas, considero uma a mais importante: ouvir as pessoas. Nossa principal proposta é ouvir os profissionais que necessitam de um Crea mais atuante e inovador”, concluiu.