Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Inclusão Social e Solidariedade marcam o projeto Viva Bem Mais do vereador Marquinhos

Com pouco mais de dois anos, o projeto Viva Bem Mais, tem transformado a vida de pessoas carentes da grande região Turu, com aulas de música, ballet, hip-hop, futebol e zumba, o projeto cresce no conceito de possibilitar inclusão àqueles que não tinham oportunidades. A ideia que surgiu com o vereador Antônio Marcos Silva (Marquinhos) cresceu e ganhou força com o Centro das Donas de Casa da Vila Luizão (Censodoca) e hoje é uma realidade que já atendeu mais de cinco mil pessoas, dos bairros, Vila Luizão, Sol e Mar, Divinéia, Brisa Mar, Planalto Turu, etc…

No último sábado, centenas de pessoas participaram da Caminha Viva Bem Mais, um ato de conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de mama e colo uterino. Mulheres e homens tomaram as principais avenidas da região Turu, e propagaram mensagens de suma importância para o bem-estar coletivo. “Tenho 70 anos e estou aqui para falar da importância de se prevenir contra essa doença”, ressaltou a dona Rosa que foi embalada pelo arrastão da prevenção.

A caminhada iniciou às 16h tendo como ponto de partida, a Praça da Vila Luizão e contou com as presenças do secretário Ivaldo Rodrigues da Secretaria Municipal de Abastecimento e Pesca (SEMAPA), Júlio César representando a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), e o vereador Marquinhos entre outros. “Não consigo ver um futuro sem a saúde plena, temos que ter consciência disso, e prevenir será sempre o melhor remédio”, citou o vereador Marquinhos. No final da caminhada todos se deslocaram para a Praça do Planalto Turu e lá puderam presenciar algumas demonstrações dos cursos desenvolvidos pelo Projeto Viva Bem Mais.

Segundo a organização do evento, pelo menos, mil pessoas estiveram presentes na caminhada, que foi embalada pelos professores de zumba do projeto, a cantora Auricélia, o coordenador do Viva Bem Mais, Rubens Ferraz, e a participação especial do radialista e diretor do Portal Rádio Notícia Maranhão Flavio Chocolate. “Tenho certeza que a mensagem foi passada e que o projeto Viva Bem Mais é um diferencial em nossa região”, comentou o líder comunitário Henrique Brito.

O sucesso da caminhada foi tão grande que a organização já pensa no novembro azul e no dezembro vermelho, ações que com certeza terão um forte apelo popular e irão conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção. “É hora de darmos as mãos e conscientizarmos todos em nossa volta, um país melhor é um pais feito de pessoas saudáveis” disse Antonieta Lago, pedagoga e moradora do Sol e Mar. No ano passado foram diagnosticados na capital e no interior do Maranhão 890 casos de câncer de mama entre as mulheres. Cerca de 58 mil novos casos de câncer de mama no Brasil.